• Senryu

Grande top 10 melhores e piores animes de 2021 segundo a Internet e nós do Brasil Anime Café.


Prologo

Das palavras do grande CJ, Ah M....! Lá vamos nós de novo! Lá vou eu me meter de novo com esta história de Top 10 e internet. 2021 foi um ano um pouco melhor pra no fim não chamarmos de 2020 2.0, tivemos de tudo e se formos pro mundo do entretenimento e animes!? Tivemos gente indo pro hospital, prazos estourados a granel. Em um ano que o Thanos adoraria pois foi perfeitamente balanceado tanto nos bons animes quanto pros animes ruins.


E se ano passado já era desafiador? Imagina num ano em que o MAL teve mais de 30 animes com média superior a 8! (e em torno de uns 35 com média inferior a 6, mas isso meio que leva a algo que vou falar mais tarde) Com isto o desafio de fazer uma lista se torna ainda maior!


Esta lista tem dois motivos pra ser uma lista dupla. Um se alguém publica uma lista tem que ter coragem de emitir sua própria opinião por isso tem uma lista baseada na minha opinião. O outro motivo é se as pessoas vão por listas com o título a opinião da internet? (Nê site do Ovo) Você tem que pegar vindas de um lugar que se tenha muitas opiniões e avaliações; por isso minha opção e pelo My Anime List devido a facilidade de consulta e ampla base de dados e de usuários.


Então vamos listar algumas coisinhas antes de começar as listas. Primeiro um mea-culpa, mais uma vez não consegui me organizar cedo o suficiente. E com uns probleminhas de verba, tempo e com o artista do Blog (que está com uns problemas pessoais e por isto não vou atormenta-lo com projetos e nem pedir prazos num momento difícil pra ele). Já sei o que tão pensando o que este blá, blá quer dizer? Que vamos do mesmo jeitinho do ano passado só com as notas de um agregador apuradas (com no máximo um comentário rápido), minha opinião pessoal sendo ambas apresentadas em duas listas separadas pra melhor e pior e a "mesma" apresentação com uns "plus".


As regras tem algumas mudanças por alguns motivos e também por algo que o My Anime LIst fez. Lembram lá em cima que falaria de algo mais tarde! A hora é agora. O MAL neste ano resolveu assim como outros sites fizeram colocar um filtro pra atrações infantis e também um filtro adulto (é isso é bom pra famílias que tem crianças pequenas. Pois os menores vão direto no que querem à só um clique de distância). Só que esta decisão tem um lado ruim, pois ao incluir um filtro pra conteúdo adulto, decidiu que iria por hentai (crianças colaborem NÃO VENDO ESTE LINK!) também nas tabelas de lançamentos e deixando "livre" acesso na data base (só recordando que se sempre teve um "hentão" direto e em todas as temporadas desde de 2017 na grade japonesa na TV aberta japonesa via um programa com "conteúdo apimentado" no canal AT-X e isso começou com os "50 tons de Buda"). Só que ao fazer isto eles abriram as portas do "inferno". Pois diferente dos anos 90 e 2000 que artistas mais novos e talentosos tentavam a sorte em estúdios que faziam este tipo de anime e se profissionalizavam no mercado; além de "vamos dizer" que na época por ter poucos estúdios competindo entre si? Os faziam apostar em qualidade Vs quantidade, só que essa decisão causou uma montanha de animes não "registrados" aparecendo (estavam na data base, mas tinha que saber o nome, só que nunca apareciam numa busca por temporada e dica pros pais continuam não aparecendo se você ligar os filtros proibição de conteúdo adulto na conta e deixar marcado em vermelho a caixa de R18 na tabela da temporada; sendo o segundo filtro é ativado POR AUTOMÁTICO, já na entrada do site). E se médias fossem revistas? Muitas médias de anos cairiam pois literalmente vieram do nada uma montanha de animes medianos pra ruins. E como este gênero vamos dizer sempre aposta mais no ato em si do que criar uma história; isso mexeu na média geral do site. E em especial com a média vinda da crise dos 2010 (em que a maioria das poucas empresas que dominavam o mercado evaporaram na falência e fez surgir uma tonelada de empresas pra ocupar o espaço e se preocupando mais em... quantidade Vs qualidade).


Mas lá vou eu dando uma de Jojo. Você deve estar pensando o que isto afeta aqui? Bem isso vai me fazer adicionar umas regras novas aqui. Mas antes das novas? Vamos aproveitar e ao mesmo tempo reapresentar as regras antigas! Pros animes vindo do agregador (My Anime List pra referências e com notas apuradas às 14 horas do dia 31/12/2021) valem o seguinte: Só animes com no máximo 3 continuações (e spin offs ligados ao material original contam nisso, por isso um certo curta foi excluído no ano passado), não serão considerados filmes (por terem naturalmente uma maior média por causa do valor de produção; mas acreditem este ano isso não vai fazer "tanta" diferença), também produções com somente um episódio ou especiais não serão consideradas (só vou por um adendo novo por causa da situação do MAL, então pra ser considerada ela deve ter no mínimo 5 episódios feitos no ano corrente! Isso me fez excluir uma tonelada de "hentão" e um certo anime que a média desabou por causa por causa de um único episódio que foi bem ruim e foi feito este ano nê Dragon Ball!), será considerada toda e qualquer produção que tenha passado do quesito dos episódios e tenha episódios exibidos pela primeira vez entre 01/01/2021 e 31/12/2021 (o que leva a exceção não precisa ter começado em 2021, porém precisa ter a quantidade necessária exibida no ano).


No meu caso (eu o Senryu que vos escreve aqui no Brasil Anime Café) vale quase tudo. Só coloquei umas liberdades e restrições pra equilibrar a coisa. Então filmes serão inclusos aqui pois são uma ótima recomendação pra quem não tem tempo; inclusive como no ano passado vou falar de algumas produções excluídas por critério, mas que valem citar, neste ano curtas valem tanto pra mim quanto na tabela do agregador (mesmo tendo em geral uma média baixa, curtas são ótimas indicações e alguns tiveram ótima aceitação como os de Pokémon e o de Star Wars), E de exclusão também não vou colocar séries com mais de 3 continuações (pois além de terem uma média naturalmente alta, são bem conhecidas e a intenção aqui é achar coisas desconhecidas ou "fora do radar") e serão excluídas qualquer coisa classificada como do gênero Hentai (por 4 questões: 1. moral, 2. a "questão" que citei acima que é porque perder tempo com algo que se preocupa com quantidade e quase nada com qualidade; e olha que com a inclusão tem existem algumas produções com nota "alta" como: peça mestre e um cara com nome quase igual a corrida em inglês, 3. Uma certa serie que vou citar nos piores criou uma fronteira perigosa e que quero discutir rapidamente e o fazendo "evitando termos" pra não violar a classificação todas as idades, mas o tema merece ser falado e a 4ª e a opção de não promover, mas se for pra falar do assunto e passar informações? Eu posso falar um mínimo necessário pra se por o ponto) e só serão consideradas no mínimo produções com mais de 5 episódios em 2021 e serão consideradas produções de 2021, qualquer uma que tenha atingido o critério de episódios e e tenha episódios exibidos pela primeira vez entre 01/01/2021 e 31/12/2021.


Aviso que por causa de um caso especial deste ano series ou spin offs divididos em mais de uma parte e exibidos no mesmo ano e também tiver ambas as partes no mesmo top 10? Será feito o seguinte critério em nome da "variedade". Pra os melhores a "parte" da serie que tiver a maior nota fica e a menor sai, no caso dos piores a menor nota fica e a maior cai fora (mas não vai livrar de eu contar pro bem ou pro mal o caso que aconteceu neste ano e nos próximos se houver).


Este ano não vou fazer promessas que não vou cumprir e só vou dizer que vou tentar melhorar esta lista e este blog sempre que possível. Além de trazer novos meios de vocês curtirem o conteúdo aqui produzido.


Devo lembrar que de certo modo minhas morais guiam minhas avaliações. E isso explica certas ausências na minha lista, outras faltas vem de falta de tempo (pois em um ano saem mais de 100 animes e se o tempo já fica curto pela quantidade? Acaba piorando pelo fato de eu ter um emprego e ter que me dedicar a ele pra pagar minhas contas; eu faço mais isto pela melhorar a visão em geral de animações e ajudar a vocês leitores do que o lucro; lógico que grana ajuda e clicar nas propagandas quando tendo algo útil pra você e indicar pros amigos também me ajuda! Mas no momento são conta gotas, vamos ver no futuro como melhoro isso pra vocês e pra mim).


E devo comentar também algumas ausências impressionantes. Este foi ano não só na média foi bem equilibrado. Pra terem uma ideia a minha pré lista tinha 29 nomes pros melhores e 18 pros piores! E quando apurei a média no agregador? Veio outras surpresas.


Então antes das listas. Fiquem com meu desejo de um ano de 2022 cheio de paz, saúde, dinheiro (do jeito que a coisa vai todos precisaremos!) e felicidades à todos vocês, amigos e família. Que 2022 seja melhor em tudo!

Top 10 Melhores Animes de 2020 - Segundo a Internet (apurado no My Anime List)

Menções Honrosas:

Gintama: The Final (sem distribuidora)

Se filmes fossem considerados? Ele seria o segundo colocado. Apesar de não ter sido distribuído mundialmente (o máximo foi umas exibições em circuito de arte como foi nos Estados Unidos). O filme foi bem recebido pelos fãs e manteve uma ótima avaliação. Eu não o vi mas pelo que me falaram ele é uma boa celebração a toda a jornada de Gintama apesar do fim "repentino".

One Piece (Crunchyroll)

Normalmente animes de longa duração tem médias boas pelo público formado e ganham um "Impulso extra" em boas temporadas e a chegada ao país de Wano fez um bem danado ao anime de One Piece com alguns grandes duelos, Zoro de volta e uma surra de literalmente afundar uma frota; mesmo que considerasse animes de longa duração ele ficaria em 11°! (contando as exclusões) O que prova a alta média do ano, aliás a temporada de primavera foi legendária em média das atrações.

Evangelion 3.0+1.0: Thrice Upon a Time (Amazon Prime - Dublado)

Finalmente os filmes do Rebuild Evangelion foram concluídos. Mais um dos que não vi (e to devendo ver e fazer uma analise, mas já que todo mundo resolveu lembrar desta serie de filmes to dando um tempo). O filme deixou os fãs divididos uns amaram, outros detestaram, uns encontraram um sentido e outros disseram que ainda não faz sentido em especial a "decisão romântica final" (quem sabe em 2022 dou a minha opinião?). Mesmo com a base dividida ele seria o 9º colocado da média empatado com a parte 6 de Jojo, mas é um filme.

Ataque dos Titãs: Temporada Final Parte 1 (Funimation/Crunchyroll - Dublado)

A temporada final, que não é final e como não vi tudo não posso bater no titã martelo (tundum tá! ok! Piada sem graça). Mas os fãs de Shigeki bateram o ponto pra elogiar uma temporada em que a troca de estúdio tem horas que não foi sentida e tem horas que os animadores entregaram aos estagiários a animação, o diretor desistiu de tudo e parece que simplesmente te tacaram o episódio e rezaram... As viradas malucas daqui é a Gabi não me ajudam a gostar desta temporada e ainda estou empurrando pra ver o resto. Mas os fãs o ajudaram e seria o "segundo" (terceiro se contasse Gintama).

10. 86 Temporada 2 - Média 8,51 (Crunchyroll - Dublado)

E uma serie com seus defeitos com ao mesmo tempo tem grandes acertos nela. E ainda sim com seus problemas de produção ela se mantém bem avaliada. O que será que os episódios finais que vem em março reservarão pra "fama" e continuidade da serie? Lembrando que 86 tem um evento em Abril...

9. Yuru Camp Temporada 2 - Média 8,54 (Crunchyroll - a ser dublado em 2022)

Eu vi pouco da temporada e me pareceu muito mais do mesmo. Mais momentos fofos, mais acampamentos ao ar livre e mais moe. Mas isso aqui é um slice of life é as vez mais do mesmo é uma boa coisa quando bem feito é o público ficou tão agradecido que vem aí a dublagem das temporadas feita pra Crunchyroll no Brasil e um filme também.

8. Jujutsu Kaizen - Média 8,72 (Crunchyroll/ Funimation - Dublado)

O que posso dizer? Pelas regras ele está na "segunda corrida" (apesar da serie ter ido numa só) e teve vários episódios exibidos em 2021. Então não posso desconsidera-lo, mas posso ver o que se passou este ano e foi todo o arco do "Intercâmbio Escolar". Mesmo com as vezes a direção de fotografia não se entendendo com o 3d a serie ainda proporcionou grandes lutas e ainda conseguiu encerrar numa grande nota quanto aos personagens secundários e talvez por isso o seu crescimento em média. Ainda sofre do fato do seu protagonista ser um "imenso vazio" e de ter tido problemas com efeitos 3d. Mas o diretor é um talento a ser observado e a maioria dos fãs diz que o arco de Akirabara é o ponto alto da trama. Mas por enquanto a próxima parada é uma "prequela" no melhor estilo da Marvel e se?

7. Mo Dao Zu Shi: Wanjie Pian/Grandmanster of Demonic Cultivation 3 - Média 8,73 (sem distribuidor)

Por onde começo? Se o vencedor do ano passado (Kaguya Love Is War temporada 2) estivesse aqui com a mesma média intocada? Este seria o ultimo anime que Kaguya superaria! pra verem a competitividade deste ano! Ele se encaixa nas regras por ser o terceiro de uma franquia (mesmo tendo um curta e esse curta ser de humor e não "ligada" a principal). O que nos leva a... mais uma vez a china invadindo este Top 10 e não só esta série! a fazer isto. A B.Cmay Pictures decidiu dar uma boa pausa entre a segunda e terceira parte da trama (de 2 anos) e se beneficiou bem disto. Com ótimas cenas de ação, temos o nosso "china" de ação e mistério que todo fala, não sabem direito o nome e como sempre anime achado! Só falta alguém distribui-lo no ocidente.

6. Odd Taxi - Média 8,77 (Crunchyroll)

O anime que surpreendeu muita gente por sua trama cheia de mistérios e bem adulta que trazem em comum o sumiço de uma ídolo e um taxista bem diferente. A trama já tem vários paralelos com a vida adulta via alguns "dramas" mostrados ajudarem na "empatia", além das várias viradas na trama que conquistaram o público (e não sei dizer bem, mas foi justamente as viradas que não me mantiveram vendo além do episódio do "gatcha", ali foi meu ponto de parada, quem saiba eu vendo tudo no futuro mude de opinião ou vendo o vindouro filme).

5. Kingdom 3ª temporada - Média 8,77 (Funimation)

Este é um caso estranho. Começou em 2020 bem na crise do vírus C e foi muito criticada pela péssima animação, tendo em mente o ocorrido resolveram dar um tempo e abandonar a temporada com somente cinco episódios feitos e só voltaram um ano depois com nova direção e dois roteiristas novos e de longe foi a série que mais se beneficiou de uma pausa. Não acho ela boa. Mas do estado anterior? A evolução foi muito boa ao ponto dos fãs que pensavam que estavam abandonados reconhecerem a melhora e premia-la com uma boa média (que acho meio demais pra ela, mas o MAL é ao mesmo tempo uma junção de várias criticas e feitas por fãs o que envolve popularidade com reconhecimento e de certo modo os fãs reconhecem que esta pausa e o "sangue novo" na equipe foram a melhor coisa que aconteceu pra série. O critério de desempate foi a data de estreia Kingdom foi em Abril de 2020, mesmo tendo somente 5 episódios, e recordando ela teve a maior parte dos episódios exibidos em 2021 com 21 episódios neste ano.

4. Mushoku Tensei: Jobless Reincarnation Temporada 2 - Média 8,81 (Funimation - Dublado)

Aqui temos o "feijãozinho azedo" da lista (e honestamente estou passado de ter ficado no "meio" da lista...Vs o quanto é falado em redes sociais). Uma coisa sem duvidas tenho que admitir é que a produção melhorou no contar da história (se aproveitando bastante dos personagens secundários) e nos cenários na segunda temporada. E as aberturas com uma geral do "lugar" visitado foi um bom "anestésico". Dito os elogios, a produção ainda tem alguns grandes problemas como: a personalidade do protagonista, que me desculpem ele ser alguém deplorável no ponto de vista moral e que só se importa com a família nos momentos que o roteiro convém não ajudam em nada. Você pode fazer um protagonista "deplorável" como Vash e o Alucard e a obra ainda ser muito boa! Mas Rudeos é mal escrito, deplorável moralmente falando, tem facilitações de roteiro pra ele "sobreviver ao impossível" e toda a história se passa nos olhos dele, com ainda o roteiro passando pano pra alguns atos dele. Por sorte as temporadas não estragaram bons personagens como a Eris e o Rujerd é talvez eles te mantenham aqui!? Ou talvez a boa construção de mundo. Mas esqueçam a Roxy (as piadas com figurine e a "birita" estragaram a personagem) e em especial me repetindo, se conseguirem vencer o Everest chamado Rudeos!? Talvez encontrem um estúdio que foi fundado pra animar toda a história de Mushoku Tensei e talvez a maior falha deles tenha sido "amar demais" e ter sido muito fiel ao material original (e agora se encontram numa encruzilhada, o anime não vendeu bem no Japão apesar de ser muito popular; o que me leva a pergunta de fácil resposta? Qual o motivo pra popularidade não se traduzir em vendas? Resposta este criminoso mirim e seu cumplice que nunca é citado pelo nome!!! Mas é ele mesmo com 40 anos da vida anterior que age como "consciência"). A continuidade agora depende ou de vendas no exterior, ou do estúdio animar e produzir pra outros estúdios pra juntar a grana pra eles mesmos fazerem o resto e correm todo o risco sozinhos ou de um milagre pra continuarem animando o material).

3. Shiguang Dailiren/Link Click - Média 8,83 (Funimation)

Alguns chamam de a grande revelação do ano. Chamou tanto a atenção que a serie vai ser relançada em Janeiro no Japão com dublagem em japonês. A serie chama a atenção pela direção ousada e bem esperta aos detalhes e cenários. Infelizmente na minha corrida diária eu não a vi toda. Mas vi seus dois primeiros episódios e a serie impressiona em como tratam com sutileza a "investigação", direção atenta e pela fotografia que é uma das melhores do ano. Esta pode ser uma boa dica e a curta duração dela (só 11 episódios + um especial) ajudam a "arriscar".

2. Ranking of Kings - Média 8,86 (Funimation/Crunchyroll - Dublado)

Este é aquele momento em que fico feliz de não ter restrição de series fechadas ou ainda em andamento e me permitem colocar series como essa. Baseada numa novela é uma "Obra original" do Wit (eles escolheram este material, dentro de um programa de obras originais). E este anime tem sido o Wit no seu melhor. Excelente animação, uma história simples mas que tem tons de cinza (as pessoas não tem lados ou "bem e mal" só agem dentro das suas personalidades), boa ação (bem rápida e simples, mas ainda sim tem cenas impressionantes como o treino do Bojji ou a defesa da rainha Healing realizada pelo Dorshe) e no fim disto temos algo do nível dos filmes do Ghibli com "esteroides". Uma serie bem escrita por fazer um mistério com várias revelações no caminho e que ainda consegue manter a capacidade de surpreender e emocionar com simplicidade é algo raro e pra toda a família.

1. Fruits Basket The Final - Média 9,06 (Funimation - Dublado)

Mais um do clube que não vi e o "preguiça" aqui ainda tá vendo dublado desde a primeira temporada a passos de tartaruga. Os fãs a elogiam pela fidelidade, resolução dos romances, o drama bem executado e a animação. E em teoria a média alta prova bem que a serie escapou da "piora" com o tempo. Alguns falam que ela vai devagar e tem má iluminação!? O pouco que vi mostra que o TMS apostou no simples e com isso conseguiu manter uma consistência na animação e Fruits Basket é algo já na obra original com ritmo lento em que a narrativa como vou dizer. Ela anda num rio calmo com eventuais cachoeiras e trombas, depois te dá tempo de calmaria pra digerir isso até te levar ao próximo "ápice". Se este ritmo não for problema pra você? Terá um romance muito bom em mãos é a dublagem nacional ajuda bem aqui. O elenco é bem dedicado e sabe "dominar" bem os personagens.

Este foi um ano em que não se teve grandes destaques, mas ao mesmo tempo teve várias boas produções. Eu mesmo quando fui listar o que achei que chamou a atenção neste ano, eu listei 29 animes! Depois fui pensando no que era uma boa dica? O que era melhor que o outro? E no fim me surpreendi novamente! Se já na média já teve algumas surpresas. Eu mesmo me surpreendi com coisas que fui excluindo mesmo dando uma abertura. Este vai ser um ano: de decisões difíceis, nomes diferentes de lista pra lista e muitos raros nomes em comum. Antes de ir pras menções honrosas; que aliás este é um bom ano pra citar várias series. Gostaria de falar bem rápido de como poderia ter indicado: Dynazenon (que tem um dos melhores episódios do ano e uma das melhores cenas de ação mas o conjunto é fraco comparado com Gridman), The Faraway Paladin (este anime ressalta o quanto a obra original é ótima e o quanto o roteirista tenta ser o cumplice no "crime" de te enganar que o anime é uma obra prima. Mas o diretor geral, junto dos animadores altamente limitados, o estúdio inexperiente e ruim e o diretor de fotografia tentam de tudo pra implodir o anime e em alguns episódios conseguem implodir a serie. né episódios 4 e 8. Mas a narrativa excelente, personagens e mundo bem construídos e dublagens extraordinárias em japonês, me mantiveram nisso aqui e feliz que vai ter temporada 2; porém algo tem que ser feito aqui! Não dá pra manter na Childrens Playground, a produção literalmente é areia demais pra eles. Eu tenho esperanças que isto sendo adaptado por uma equipe mais competente e com mais "recursos" pode tornar isso aqui em algo fabuloso! Mas o estado atual me deixa difícil recomendar, pois animação não pode ser ignorado numa trama de ação. Quanto mais indicar num top 10) e Wonder Egg (este anime ao mesmo tempo conseguiu ter imensa coragem num tema bem difícil, com brilhantes atuações e algumas soluções boas; quanto no mesmo tempo conseguiu fazer uma das piores produções do ano e cometer os piores pecados que um anime pode fazer com seus consumidores. Eu não vou me cegar pro que ele fez de ruim; e vou falar mais sobre isto nos piores...; e nem esquecer o que ele fez de bom. Mas diferente do que alguns falam isso aqui não é indicação fácil pra ver, quanto mais pra um top 10).


Então me desculpem a introdução longa e vamos pra lista!

Top 10 Melhores animes de 2021 - Brasil Anime Café

Menções Honrosas:

PokéToon (Youtube)

Depois da boa resposta ao vídeo do Scraggy a Pokémon Company encomendou uma nova leva de curtas (nem todas ao Colorido alguns são curtas autorais de artistas) e num ano em que tivemos vários curtas excelentes como: uma outra série de curtas de Pokémon feita toda pela OLM (em que os episódios: O Plano é um show de atuação, O Desejo tem ao mesmo tempo ótimos visuais e atuação, O Show tem uma fotografia ótima e A Descoberta tem o melhor conjunto com um roteiro com boas surpresas, boa animação e nostalgia na medida certa) e uma "trapaça" da Disney+ com curtas de Star Wars que aposta muito no poderio financeiro mas no fim por ter sido feito por gente apaixonada pela franquia acaba sendo um pequeno oásis no meio de um deserto, porém isso pode iludir pois temos aqui são um episódio fabuloso com A Noiva da Vila (muito ajudado pela direção e a trilha do Kevin Penkin, não é a toa que a Disney quer tentar um Oscar de curta com ele), dois conceitos que dariam em algo muito bom com Gêmeos e o Nono Jedi que ambas tem potencial pra outras produções melhores que a trilogia de uma certa Rey... (boas ideias básicas e conceitos, mas precisam respectivamente de uns acertos de roteiro e continuidade aqui e acolá...) e um com sérios problemas de ritmo mas muito bem produzido (Lop e Ocho), o resto nem valem ser citados, tem boas intenções mas só puxam a coletânea pra baixo. Mas vamos voltar ao assunto enquanto que Visões e Evoluções tem vários episódios problemáticos e uns poucos bons e talvez um (ou dois) que se destaca do resto. Pokétoon tem 3 episódios excelentes (Eu me tornei um Gengar, que lembra muito os filmes do Ghibli pelo estilo simples, a inocência e a diversão nos olhos de uma criança que trata com naturalidade e se adapta ao desconhecido; Aguarde aqui Magicarp é uma aula de narrativa! Com tudo lhe contado por imagens e musica num episódio mágico e Um sonho de parceiro junta tudo, ótima produção um roteiro sobre crescer e amizade, com uma dose "responsável" de nostalgia), com mais 3 bons episódios e dois fracos (Quero ser um Herói e A Casa Quentinha do Slugma não chegam a ser ruins mas são bem fracos vs o resto). E no fim isso vira meio uma recomendação de não ignorem curtas há os bons que citei aqui é ainda tem Mini Dragon (os curtas que vieram antes da temporada S de Kobayashi Dragon Maid), o que torna isso numa dica 4 em 1, pegue, escolha um curta ou mais e se divirta com amigos e família numa opção boa e rápida de diversão.

Life Lessons With Uramichi Onichan (Funimation)

Em qualquer outro ano este anime estaria num Top 10. Mas este foi meio pra mim tudo muito próximo. E apesar de ter uma má animação, isso aqui é uma comédia e no fim do dia a questão é? se te faz rir? E nossa como Uramichi tem um humor negro que sabe pisar nos calos que nos adultos temos e o coloca genialmente num programa infantil (em que as crianças não são nada bobas e com sua inocência vão bem no "cerne" do desespero e dos traumas de ser um adulto). Mas a serie mesmo com esse humor negro é muito divertida. Se tiver disposto a encarar certas verdades da vida adulta? Este é um tesouro valioso sobre rir de si mesmo e dos seus problemas "mundanos diários".

Castlevania (Netflix - Dublado)

E mais uma vez eu venho tacar uma bola curva. Vamos do começo eu sei que foi feito nos Estados Unidos (e sei que tem 4 temporadas, o que o inviabiliza pra um top 10). Mas vamos a uma discussão que vamos ter de novo aqui em outra parte da tabela. Pra mim Anime e mais que um "estilo" de animação. É bem mais do que "requerer" ser feito no Japão. Encurtando uma discussão num mundo que japoneses fazem Cartoon (duas temporadas de Lilo e Stich foram feitas no Japão! Só pra terem a ideia de algo recente) fica meio difícil definir anime como só feito no Japão é ponto! Este projeto nasceu com a intenção de provar que um projeto feito de modo mais lento (2 animações por ano) e com apuro de técnica e efeitos e com o mínimo de terceirização pode alcançar resultados iguais ou melhores que o Japão. É o que posso dizer no fim da jornada? Missão Cumprida! Há momentos maravilhosos como: A Declaração de guerra do Drácula, a luta contra o Drácula ao som de Blood Tears, Isaac Vs Camila, a montagem de Sylpha e Trevor lutando sem parar por uma semana com os palavrões, a luta da torre do relógio do castelo do Drácula na temporada final e a luta final (que não vou falar quem contra quem pois este segredo foi bom e não vou falar). Tem tantos outros que poderia ficar falando por horas (como a luta de uma certa vampira com uma armadura bem "familiar" a uma de Berserker, sendo quase uma propaganda de: "me dá Berserker pra gente se divertir fazendo direito!"). Mas a serie consegue ir além de grande animações e consegue fazer algo extremamente fiel aos jogos. Mas com o truque que ela é tão diferente que se torna a sua própria coisa porém sendo fiel aos personagens! Você pode reclamar deles "adiantarem" algumas coisas com Alucard e de "saírem" dos trilhos dos jogos, mas apesar da polemica "barata" foi um ponto bom de trazer agora o quanto Alucard no seu ponto mais baixo se aproximou daquilo que odeia (do ódio e desconfiança do pai pela humanidade e do quanto o Trevor tá as vezes nem aí pro mundo), pode reclamar de certas coisas do final que podem se refletir num clássico quando adaptado. Mas eu vou ser sincero não é perfeito (aliás não sei as circunstâncias mas só terem usado Blood Tears das musicas de Castlevania, não foi uma boa decisão. Porém a trilha melhora durante as temporadas e a falta se sente menos na temporada 4), mas tem muitas coisas boas aqui tanto no clima, ação, personagens e quanto os personagens "reagem" ao mundo. Mas isso depende do quanto você está aberto a uma versão e visão diferentes dos jogos mas "fiel" ao espírito.

Jojo´s Bizarre Adventure: Stone Ocean (Netflix - Dublado)

Pra quem esperava estranhamento? As aventuras de Jolyne foram muito bem aceitas! Mas me surpreende a "média baixa", talvez por só estrear no Japão neste mês de Janeiro seja um fator? Mas sinceramente eu já amava antes este arco e vê-lo animado só me fez ficar mais contente ainda. O arco ficou ainda mais ágil na TV, ainda soube valorizar e expor de modo bem rápido as soluções e teve ótimas lutas. Aqui se tem uma ótima serie de ação junto de um drama de prisão bem interessante é só foi o primeiro terço da história exibido. Pena que é a sexta parte de Jojo e não dá pra pô-lo no Top 10.

10. Night Head 2041 (Crunchyroll)

Isto é um exemplo fabuloso de adaptação. Pegamos uma obra que nunca teve boas adaptações. Uma equipe disposta a desmonta-lo pegar o mínimo do que a faz de interessante (o mistério sobrenatural), adicionamos elementos de ação e sci-fi pra agilizar a trama dando um ar mais moderno, bem como aprendo com os erros do passado (como ritmo extremamente lerdo e faltas de explicações do "outro lado" são na maior parte eliminados nesta adaptação; além do método pra falar do "outro lado" é genial em sua implementação mantendo um mistério interessante que persiste até o fim da obra). Alguns podem ter torcido o nariz pro 3d e pelo "peso do nome" (que tem uma fama bem ruim). Mas lhe garanto que se quer um mistério? Esta é uma obra que te recompensará quanto mais assistir.

9. Vivy: Fluorite Eye´s Song (Funimation - Dublado)

Esta vai ser uma serie que aposto que vai ser muito citada como menção ou vai estar em posição "baixa" em vários Top 10. Três coisas dela são indiscutíveis. Ela tem grandes interpretações dos seus personagens principais: Vivy e Matsumoto, grandes canções e uma animação impressionante de qualidade alta. Mas ela tem um elefante na sala que ninguém cita que é o roteiro pra lá de falho. Ele já começa com um erro de premissa bem bobo que pode ocorrer com histórias de viagem no tempo e Gendy Tartakovsky mostrou genialmente numa piada do filme do Laboratório de Dexter (aliás se ainda querem gostar de Vivy recomendo não verem este filme); mas vamos resumir algo longo pra quem não conhece o fim do filme do Dexter. Ele passa a "lição" que se vai resolver um problema o faça sabendo da real razão dele, pois se for sem nem saber o que resolver? Pode você mesmo criar o problema que em teoria deveria resolver! Só pelo simples fato de "fazer algo". E nossa como o fim de Vivy tem problemas gravíssimos por uma falha fundamental em no que é a causa do problema; no entanto ainda é uma grande série de ação e musica.

8. Tsukimichi - Moonlight Fantsy (Crunchyroll)

Primeiro lugar vou usar o argumento mais velho do mundo. A lista é minha e eu decido! Em segundo você deve estar se perguntando antes de tentar pular... O que diabos um Isekai tá fazendo aqui? Tentando responder isto "rápido". Ele faz o contrário da formula de todos os Isekais pois aqui tem amplas e longas apresentações de como o mundo funciona? Como o sistema de magia é? Como é o sistema de pactos e alianças? Como as cidades funcionam? E até um pouco como é a cultura e os deuses desse mundo. Se você adora o estilo do Tolkien de montar um mundo rico, exibi-lo e mostrar on fly como tudo funciona!? Aqui você vai se fartar com a vantagem que não é tão longo e chato como nos livros do Senhor dos Anéis. Outra coisa que ele quebra dos Isekais (mesmo sendo um!). E que o personagem principal pode ser quebrado em poder, porém a serie vai com o tempo dando explicações pra os motivos dele ter tanto poder, as consequências (e sim tem consequências e penalidades vindas do poder dele!!!) e o que mais gosto! Mesmo ele sendo "ultra poderoso" e tendo duas apelonas do lado dele? Ainda tem lutas difíceis e com perigo real de morte! Aliás outra coisa que adoro daqui é desde das coisas pequenas (como as "coprotagonistas" ficarem irritadas com a vamos dizer falta de ação do protagonista e literalmente forçarem uma decisão dele, isso faz ele reconhecer que elas o desejam e que o ciúme delas pode atrapalhar. O que o leva a delegar mais a trabalhos na cidade a elas. E a andar e conhecer uma de cada vez pra dar um rumo mais devagar ao relacionamento deles) as grandes coisas sempre há causa e consequências nos atos (um fato mais adiante é fabuloso em mostrar causa e consequência nos episódios 10 e 11). Vou ser sincero que o começo vai bem devagar (aliás a serie o tempo todo te explica ou mostra sem falar as regras do mundo, só a quantidade diminui com o tempo) e o final é apresado pra ter um momento mais movimentado do que se seguissem o mangá. Mas este é um raro isekai que adorei pela riqueza do mundo, causas e consequências, boa ação (quando tem...) e a trilha musical pegando muito do tradicional folclore japonês é fabulosa! Em especial a abertura e este encerramento.

7. Komi-san Can´t Communicate (Netflix)

É bom quando expectativas são atendidas. Se esperava que este fosse o maior romance do ano. E de certo modo as coisas foram atendidas aqui. Mesmo com diversas terceirizações a direção foi ótima em manter a qualidade e o ritmo. Que mesmo o passo sendo muito lento eu gosto do ritmo (mas põem lento ao ponto do romance andar em sutilezas...é bom pra mim, mas sei que tem gente que não gosta deste ritmo). O tema se mantém bem por causa das piadas montadas em cima de esquetes curtas e nos colegas de classe (que são muitos e ainda nem chegamos a metade) que seus "tipos" servem bem ao plot (de certo modo o autor se auto denuncia e te convida a entrar na brincadeira pois os nomes dos personagens são referências aos "tipos" e funções que eles tem na história). Aliás o respeito e o sentimento "realista" que ele passa de cada barreira vencida, porém só se passou uma nova etapa de uma montanha é ótimo. Admito que o ritmo pode incomodar e os esquetes dependem dos tipos e esses tipos não vão mudar (tá bem na cara que se você vai ver alguma mudança aqui é em Komi, Tadano e Najimi, pois só esses três tem "tridimensionalidade" na personalidade) se não tiver problemas com essas duas "coisinhas" pode encontrar algo bem divertido com a deusa Komi.

6. SK8 (Funimation - Dublado)

Lá vamos "nois" de novo...Pera um anime de esporte? Mas SK8 foi uma grande surpresa vinda logo no começo do ano. Algo que parecia uma bomba, acabou sendo uma escalada do básico do Skate no começo do anime ao final está estilo Sonic Adventure. Mostrou dicas reais, que esforço tem possibilidade de vencer talento nas condições certas, foi um aula de amor ao esporte e teve o vilão mais marcante do ano com o Adam. Sua "solidão", o jeito agressivo no esporte e a atuação do dublador japonês foram coisas que acentuaram o anime. E o arco final com o embate de amor ao esporte Vs o vazio do topo foi uma atração a mais. Só teria contra ela a dublagem em português que é bem fraca, a irregularidade da direção musical que no começo parece que nem tá lá pra no fim ser parte fundamental da ação e a trama politica é tão inútil que a própria serie zoa isto no final. E antes que esqueça a abertura é uma das melhores do ano! Só tem uma melhor e vou falar da onde no próximo.

5. 86 Temporadas 1 e 2 (Crunchyroll - Dublado)

Aqui temos uma montanha de qualidades junto de uma montanha de problemas. Como sou eu avaliando decidi avaliar as duas temporadas juntas. E isso vai deixar bem longo. A serie na primeira temporada não tem tantos problemas por conta de como a novel foi construída (e aí vai uma curiosidade. O editor da novel achou uma boa história e que seria muito bom de se publicar, mas achava que não faria sucesso comercial e pediu um volume com fim fechado). Isso no começo te deixa aliviar perguntas como onde é este lugar? Como é o mundo? Como a Legião se tornou o que é? A quanto tempo lutam? Tudo são perguntas que vão de lado pois você está neste começo está interessado nos 86, tem interesse neste esquadrão e na Lena e pra um começo em especial tão curto (só 11 episódios)? Se perdoa. A serie tem o extra de ter um diretor iniciante mas muito talentoso, você nota que tá vendo uma serie diferenciada pela maneira "artística" em que ele usa a abertura, os títulos e o encerramento como "pausas"; pra como vou explicar? Ele usa estes momentos como uma pausa e fazer a transferência entre os núcleos da narrativa e no começo é um toque muito bom (salvo alguns momentos em que o diretor na temporada um pisa na bola e praticamente denuncia que vem um momento de emoção após usar um destes momentos de pausa). Mas acho que todo mundo aceitou mesmo com este problemas inicias de boa por causa das cenas de ação, drama é o "núcleo de protagonistas" é veio a temporada dois pra resolver antigos problemas e vem a manada dos "jumbos" na sala... Tentando não dar spoilers!? O problema começa por manter um certo núcleo que passou por uma "sobrevivência impossível" em nome de não resetar a narrativa e mantê-la correndo (e nessa passo um paninho pro anime pois ao menos se dão o trabalho de deixar implícito o que houve pra sobreviverem), passa pela decisão de juntar dois volumes e vai por problemas de produção por não encontrar estúdios ou animadores habilitados pra lidarem com o nível de animação de 86 (em teoria é a justificativa oficial) o que levou a 3 atrasos! (um deles até estava programado, mas a coisa implodiu 4 semanas antes de qualquer previsão) e talvez o ultimo e pior problema: a reordenação da narrativa em nome de acertar o ritmo da serie pra o que podiam animar. Mas vão dizer este problema era simples de resolver seguindo o material original? Certo!? E vamos dizer que certos problemas persistem por vir do material original como: falta de explicar as localizações e por consequência histórico de conflito e olha que a serie sabe e "ataca" este problema vez ou outra, o ritmo louco de um volume pra outro pois no 2 é um volume dedicado a mostrar a "volta a civilidade" e a decisão de voltar ao dever, além de um treinamento militar pra que? Daí no 3 temos um volume só de ação com uma batalha atrás da outra e fala de estresse e dos traumas que causa a guerra mesmo em veteranos e com o ritmo que tiveram na serie? Não conseguiram lidar e agora vamos pra um final de temporada em Março deste ano. E sinceramente pra mim os problemas atrapalham e não encerrar na data é um extra (não é a primeira vez que acontece nesta indústria). Mas os problemas estão bem aí e cabe a você decidir se vale ou não encara-los? Eu adoro o cenário, a dublagem tanto em japonês quanto em português são ótimas e a direção é fabulosa e é mais um diretor pra se ficar de olho. E a abertura é um raro caso que cada cena, cada detalhe tem alguma relação com a letra da musica sendo no fim um resumo da temporada inteira mas disfarçando bem os "spoilers" (quando falo spoilers, eles só ficam claros pra quem leu estes volumes? Os simbolismos em especial se tornam claros demais).

4. The Heike Story (Funimation)

Heike se baseia numa serie contos (que chegou ao ocidente em 1918 e nunca foi publicada no Brasil) que conta o período das guerras Genpei. feito na Science Saru por uma ex diretora que trocou o Kyo Ani pelo Saru por conta do ocorrido em seu antigo trabalho. Aqui a história é modernizada e centra muito a narrativa na Biwa (personagem inédito pra esta adaptação) e com ela assistindo os Heikes transitarem de pacificadores pra por conta de ambição virarem "opressores" e serem perseguidos pelos Genji. Um conto de coragem, ambição que mostra muito das tradições do Japão e o começo do "código do Bushido" que perdurou por séculos no Japão e ainda tem reflexos até hoje. E isso torna uma vantagem e desvantagem da serie, por um lado ela mostra um período histórico desconhecido, tem um drama forte e grandes personagens e a desvantagem e que por ser muito resumido você meio que perde referências por não conhecer o contexto histórico e não sabe o contexto da situação e das decisões, como o que levou a "grande marcha" dos Heike e não se situa bem no que há antes e nem depois. Mas se tem um "conto histórico" modernizado (com grandes mulheres fortes) que fala muito sobre o Japão.

3. Ranking of Kings (Funimation/Crunchyroll - Dublado)

É raro um programa bem escrito e pra família toda e Ranking of Kings é uma dessas raridades! Só não está melhor aqui, por ainda estar em andamento e alguns plots tenho que ver pra onde vão.

2. Mobile Suit Gundam: Hathaway (Netflix - Dublado)

Meu top 10 minhas regras e filme vale! E nossa como este filme é bom, animação é muito linda, tem bom uso do 3d, o 2d é impressionante e o foco centra nos personagens (sem dar grandes spoilers você só vai ver um Gundam aqui 2 vezes) é o filme se dedica a nos apresentar Hathaway, Gigi, Keneth e em estabelecer uma rivalidade. A trama é bem simplificada pra encaixar bem no período da U.C e apesar de você compreender 90% da trama sem ver nada das outras produções do Universal Century, o filme tem contra ele que pra você entender o estado psicológico do Hathaway você tem que conhecer Amuro e Char (ao menos o filme Char´s Counter Attack; que aliás tem também na Netflix) pra saber como o Hathaway pensa sobre o mundo e como ele reflete sobre os erros e acertos destes dois caras. É um filme com ótimas cenas de ação, um roteiro bem simplificado que te "abre" os caminhos pra um novo conto (pois é o primeiro de 3 filmes que vão demorar pra vir), grande trilha sonora e momentos bem emocionantes.

1. Kobayashi Dragon Maid S (Crunchyroll - Dublado)

O engraçado da temporada original de Dragon Maid e que ela sempre apostou nas interações de personagens e nas piadinhas mais picantes. E no começo da temporada nova nos temos mais do mesmo com uma outra Dragoa mirim... Mas tudo mudou quando chegou no episódio 5 e começaram a contar as histórias de cada dragão e suas jornadas pelo mundo humano e isso culminou em dois episódios extraordinários (o nove é o dez; que aliás é meio estragado em português pois os dois idiomas do título não acontecem na dublagem...). E numa serie que o forte era o conjunto vira uma serie em que cada a história de cada personagem vira o forte anulando um dos grandes defeitos da temporada um pois Lucoa, Fafnir, Kanna e principalmente Tohru e Elma ganham uma profundidade que não tinham antes. Uma temporada fabulosa e entregue com muito amor e carinho sobre solidão, o que é família, amizade, amor, compreensão e algum fan service. Já mesmo no original quanto na dublagem, os cortes de honoríficos foi algo que mudou a serie da água pro vinho fino (em português foi um favor que se fizeram pois o elenco era bom mas o abuso de uso de honoríficos era algo que jogava contra eles mesmos). Kobayshi mostrou o alto nível da animação da Kyoto Animation, mostrou que podem mudar tudo desde o estilo de animação ao contar da história em nome de fazerem brilhar mais o conteúdo.

Top 10 Piores Animes de 2020 - Segundo a Internet (apurado no My Anime List)

Menções Desonrosas

Bright: Samurai Soul (Netflix - Dublado)

Normalmente filmes tem média alta por causa do nível de produção elevada e não se espera aparecer algum na metade de baixo. Só que não é que este ano temos de novo outro filme que se as regras deixassem ele estaria aqui? Mas desta vez ele seria somente o nono empatado com uma certa terra prometida... Eu não o vi o filme. Mas o trailer já denuncia um 3D capanga e uma produção sem muito capricho, mas me surpreende estar aqui.

Wonder Egg Priority Especial (Funimation - Dublado)

Eu seriamente pensei em mudar as regras só pra colocar isto aqui de birra (e também por ser mais longo em duração que algumas coisas desta lista). Mas tenho que manter a imparcialidade. Lembram lá na frente que falei da coragem desta produção e das belas animações!? O grande problema que já antes deste episódio a serie já apelou pra um episódio de resumo (feito com cenas recicladas da serie e trechos de vozes não utilizados ao ponto das dubladoras não saberem que o episódio 8 seria um resumo!), no seu andar revelou uma vilã vinda do "nada" (OK! A Frill é uma vilã bem impactante, mas o grande problema e que uma trama que andava só com o problema da depressão e do suicídio como "monstros e vilões da semana" e do nada a trama ganha uma vilã surpresa). Ainda pra completar a etiqueta de otário no consumidor a serie termina sem um final em um episódio extra programado prometido pra concluir tudo e pra piorar quando ele foi ao ar? Ele tem 18 dos seus 55 minutos só pra fazer outro resumo da serie toda! É o conteúdo "novo|" dele é "resolver" o conflito de duas guerreiras com um "papo 10" (sendo o de uma delas a coisa mais fora da personagem que vi em anos!), estabeleceu um novo norte com fatos off screen (mudando radicalmente a personalidade da Neiru em nome de um novo norte pra Ai) e termina prometendo uma continuação que o diretor provavelmente já sabia de antecipação que estava prometendo algo que poderia NUNCA entregar. Se somente o especial fosse incluso? Ele seria o 4º colocado. Mas fica a opinião minha. Eu acho um absurdo indicarem esta serie pra melhores do ano com ela fazendo as seguintes sacanagens com o consumidor: 2 resumos em 13 episódios!!! Mandou algumas pessoas da produção pro hospital por estafa pois finalizavam os episódios quase na hora de ir ao ar (o que fez mais de uma vez a transmissão internacional atrasar em um dia ou 4 horas), um cronograma ambicioso em que nem estúdio e nem diretor não tiveram a humildade de parar pra diminuir a pressão do projeto, um episódio final fora do cronograma e que ainda por cima não encerra a trama!!! Me desculpem mas isso aqui os benefícios são anulados e ainda fica no debito por causa das coisas terríveis que fizeram (e não me venham com há o diretor é inocente! Pois 86 preferiu adiar episódios do que ir na "marcha da morte" e a produtora foi a Aniplex também, isso foi inteira culpa da CloverWorks e talvez em menor grau do Shin Wakabayashi; foi uma grande estreia na direção, mas ele fracassou miseravelmente no cronograma, não fez correções e levou a sério demais o "lema" do Miyazaki de pra fazer anime tem que se morrer pelo anime).

2.43 Mini Anime: Inside Story (sem distribuidora)

Parabéns 2.43 você me levou a criar uma regra especial só por sua causa! Pra isto aqui não virar um 2.43 Awards e evitar que produções como um certo anime com arma no nome e um fazendo o Tesla dançar no túmulo dominassem no futuro este ranking se resolvessem fazer curtas, eu resolvi que no caso de uma franquia com mais de uma temporada no ano. Se chegarem ao top 10 no caso dos piores vale a mais baixa nota e a maior seria eliminada; então parabéns 2.43 Inside Story você é a "menos pior" que suas series irmãs, mas se fosse classificada estaria na 8ª posição.

10. Deep Insanity: The Lost Child (Funimation - Dublado) - Média 5,44

Olhem ao menos na dublagem em português os dubladores do Leslie e da Sumirê ao menos tentam algo. Pois no original o que se salva é... a abertura!? Se existe um prêmio pra serie mais chata de 2021? Este seria de Deep Insanity; a proposta dela é ser um "Resident Evil" no ártico, mas o diretor sabe que o estúdio é incapaz de fazer um monstro em 3d descente. A solução? Pegar o episódio quase inteiro pra desenvolver personagens sem ter absolutamente nada acontecendo!!! Quando dormi vendo os episódios 4 e 5 eu já tinha entendido o memo. Isto aqui é absurdamente parado e chato! Parabéns você consegue ser muito pior que Scarlet Nexus.

9. Promissed Neverland Temporada 2 (Funimation) - Média 5,43

Que temporada hein! Vinda de uma temporada com 3 projetos de uma vez da Cloverworks (onde vamos ver isto de novo? há sim este ano!) só posso dizer que isto foi decepcionante, mal animado (contem quantas vezes na temporada? A Emma se teleporta! Eu contei três e vou deixar palavras pra não spoilar: floresta, cidade e salão) Uma serie que começou com a maior boa vontade e com o autor entre os 4 roteiristas. Terminou com TODOS ELES!!! Pedindo pra não serem creditados a partir do episódio 9. E temos a tempestade perfeita.

8. Mazica Party (sem distribuidora) - Média 5,33

Eu não conheço esta serie, mas acho que isto entra na lista por causa de: "Não venda qualquer coisa pras crianças!". Pois já dos trailers se nota que qualquer exagero é bem aceito aqui! É isto torna esta serie mais tosca ainda. Vamos lá capão e chapelão de Harry Potter!? Tem! Um visual exagerado é com mais exageros ainda tentando imitar Beyblade!? Tem! Um grimório com uma caneta varinha, imitando Harry Potter de novo!? Tem! E pra finalizar cartas e mais cartas com bichos fofos pra colecionar e termos que pegar! Tem! E temos a definição de genérico.

7. 2.43 Mini Anime: Fukui-Ben Kouza (sem distribuidora) - Média 5,28

Este ano foi bizarro em que você verá poucos curtas aqui. Este é o primeiro de dois que verá aqui; porém ele já conseguiu algo excepcional! Me fazer criar uma regra nova por causa dele. O anime 2.43 resolveu fazer quatro animes curtas de humor pra promover a serie principal de TV e 3 deles escaparam pelos seguintes "problemas": um foi exibido todo em 2020 (e se safou daquele ano por ter sido lembrado "só" neste ano), outro teve só um episódio exibido em 2021 (e se safou também pelo mesmo motivo) e o terceiro se safou porque não quero transformar isso num 2.43 Awards. E sobrou pro curta deles com os personagens fazendo festa do pijama com pijamas de dinossauros a desonra de estar aqui. O que leva a pergunta? Preciso dizer mais alguma coisa pra que você saiba que esses curtas foram todos muito mal feitos!?

6. Yu Gi Oh Sevens (sem distribuidora) - Média 5,27

Esta serie vem pra mostrar que 7 não é o número de sorte de Yu-Gi-Oh! Depois de uma troca de estúdio polemica, saindo o Gallop e entrando a Bridge. Na primeira temporada conseguiu equilibrar velhas criticas e um novo público, através de um tom infantil e auto critico. Mas a segunda temporada? O público (em teoria pois não a vi) não perdoou a animação mais relaxada e o tom ainda mais infantil e fez a média baixar tanto que a serie da Konami vem fazer sua "vista ao inferno".

5. Gloomy The Naughtly Grizzly (Crunchyroll) - Média 5,16

Já te adianto sem nem ver ela só posso "chutar". E a propaganda dele parecendo feita a lápis não ajuda e o 3D ajuda menos ainda; mas esta média me deixa intrigado em como um serie de UM MINUTO! Conseguiu uma média tão baixa assim? Mas vou "adivinhar". Ultra violência ultra mal feita...

4. Battle Athletes Victory ReStart! (Funimation) - Média 5,14

Tá repetitivo, mas por onde começo esta encrenca? Baseado na serie "mãe" dos Projetos multimídia. Isso aqui é uma piada que nem a Geneon conseguiria fazer! (a toda poderosa senhora da barganha e produções ruins dos 90 e 2000) Comprada por um grupo de investidores, eles resolvem de imediato lançar uma nova série. E isso aqui tem uma coletânea de má decisões de projeto e de roteiro pra você se divertir pra caramba! Então como sou mal e cruel nestes casos! Vamos lista-las: Entregou a produção pra um estúdio especializado em vamos dizer produções picantes, fez a pior imitação de Roger Junior (isso deveria ser crime inafiançável), usou e abusou dos ângulos e a coisa andou meio como esporte que esporte? Estamos aqui pra exibir peitos e bundas..., preconceito contra árabes!? (só posso chamar assim quando as duas personagens com xale fazem o seguinte: a primeira pra "provar amizade" a segunda resolve esfaquear uma riquinha filha de industrial em nome da independência da lua! O plano falha pelo poder da amizade e tubérculos, o que leva a segunda resolver explodir um estádio num atentado suicida em nome da sua causa, mas ela "volta" a vida! porque sim!? Só pra ser presa...), preconceito contra negros??? (pode ser só "exagero meu". Mas quando um dos "lordes" criminosos que governam o Universo das sombras. É um cara negro com óculos de Gendo que coça a orelha com os pés, e em TODAS AS CENAS EM QUE APARECE está sempre comendo uma banana pode ser só "exagero meu" ou quem sabe é "paranoia" eu estar vendo preconceito mas tem o detalhe bônus que tem a sua própria Rei Ayanami de produção em massa pra competir!) e sabem como os vilões são derrotados? Via uma denuncia feita por uma mãe desesperada que está numa pulseira que foi dada a filha dela que por sua vez entregou a uma das personagens; detalhe a mensagem SÓ SERIA ACIONADA PELO DNA DA DONA DA PULSEIRA AO VENCEDOR UM CONCURSO QUE SÓ ACONTECERIA 10 ANOS DEPOIS E COM A SENHA SENDO UMA FRASE DO DISCURSO DE UMA VENCEDORA DE 100 ANOS ANTES!!! (que por um acaso do Destino esta vencedora é a Avó de quem venceu e recebeu a pulseira) Isso só pode ser o poder das Batatas!!! Viva os Tubérculos!!! E passem longe dessa vergonha alheia!!! Ou compre o original.

3. Idolls (Crunchyroll) - Média 5,09

O outro curta da lista. Feito inteiramente com captação de atuação. Ele pagou literalmente o pato por causa das animações ruins (captação de imagem não é garantia de boa animação e os outros dois colocados provam bem isso). O roteiro brincando com um grupo de Idolls tentando a sorte num show "grande" num estilo de contar levando nada a sério e numa história cheia de improvisos das atrizes. O resultado foi fazer isso aqui ser nada bem aceito. Pessoalmente gosto dessa narrativa dele, mas entendo dele estar aqui mas não num lugar tão no alto.

2. Tesla Note (Funimation) - Média 4,69

Mais uma serie feita com captação de atuação e baseada num mangá que foi destroçado por um anime. Provando que só inexperiência em animes não é a única explicação pra um casos desses, pois apesar de feita num estúdio iniciante, Eles tinha um staff bem experiente em animes (2D). é o resultado foi algo hilário que mal lembra o material original, o 3D é horrendo, tem o grande erro "comum" do ano! 2d e 3d juntos e nada misturados...E uma história que tem momentos que nem levando na piada não dá pra aguentar. Num ponto de vista técnico tá num lugar bem merecido. Pois só um foi pior que ele.

1 . Ex-Arm (Crunchyroll) - Média 2,95

O rei do clube feito com captação de atuação e arruinei todo o meu dever de casa! No começo até dava pra sustentar a piada pela piada do quão ele era ruim com coisas como: O giro invertido de rotor, beijos brilhosos (tinham um defeito na engine que faziam os lábios atravessarem solução pro resto da série!? Tacar um brilho nos lábios pra não enxergar o defeito!), uma escola muito doida e "Beto"/Akira transcende. Mas ao mesmo tempo nos entregou comercial de limusine (de 3 segundos!?) criou toda uma onda de animes ruins que ainda sobrevive sem a menor vergonha em entregar algo ruim e capado. E produções que quem vê de fora se questiona? Como diabos um produtor (ou um comitê de produção) profissional aprova isto? Talvez o Satumi tenha o melhor chute, vejam o vídeo dele.

Top 10 Piores Animes de 2021 - Brasil Anime Café

Este foi um ano em que a decisão da parte de baixo da tabela também foi difícil (não pela parte do MAL ter adicionado uma montanha de hentão), mas muito devido a vários animes de qualidade duvidosa e com problemas sérios de produção. Os únicos dois que devem aparecer nas listas dos outros com uma constância tem exatamente os mesmos problemas e talvez isso salve um (ou até os dois! Teve gente com muita piedade!) ou outro de ser citado de quem queira uma lista diferenciada, no fim esta lista vai ser bem diferente de pessoa pra pessoa (ou critico pra critico) e vai ser algo divertido de se ver com relação a este ano.

Menções desonrosas

Takt Op. Destiny (Funimation)

Este é um caso raro de um anime musical em que a musica não serve pra nada. Este foi um dos piores e mais doloroso projetos no tanto a quem esperava música junto da ação. Vindo de um jogo de gatcha anunciado bem antes do lançamento do anime. O anime tinha a responsabilidade de ser uma prequela pra promover os personagens principais e o que posso dizer ao ver uma parte e o final!? Acho que os dois adiamentos do jogo (sendo o segundo sem data definida pro lançamento) provam um ponto. Que não adianta encher de Waifu na tela que não vende se não tiver um sentido, que fazer uma game de ação cuja a serie a não se entende com o tema musical, tem uma trama risível e uma luta final tão forçada que não se tem muito o que salvar a não ser o episódio um e algumas cenas de ação muito bem feitas, mas no fim são tão vazias que tu quer ser ressarcido de alguma forma pelo tempo perdido.

Record of Ragnarock (Netflix - Dublado)

A premissa básica do mangá até que funciona. E isto aqui no mangá não é ciência de foguete. São lutas entre figuras históricas da humanidade Vs deuses de diversas religiões em lutas alucinantes valendo a sobrevivência da humanidade. É isso aqui consegue errar até o básico! As lutas na maioria são desinteressantes por má animação ou abuso de quadro estático e com o tempero da galera comentando cada golpe e tudo ir mais devagar ainda....Em 12 episódios só teve 3 lutas!!! Mas não vou mentir sobre duas coisas. A luta do Kojirou foi excelente mesmo com estes defeitos! É a dublagem nacional dá um outro nível a serie com uma Valquíria mais boca suja que a original e o narrador do Discovery Channel narrando o anime! Não tem como não dar uma risada e lembrar programas como Batalha dos Deuses.

10. The Hidden Dungeon Only I Can The Enter (Crunchyroll - Dublado)

O ano passado já começou com esta pedrada. Se o mangá disto aqui já era meio safadinho mas sabia se controlar. Este anime apostou em ignorar qualquer senso comum e ir mais e mais longe na sensualidade e gerou cenas dantescas como: edição de seios, beijos "molhados" na boca a granel, dança no colinho feita pela professora! e o que me fez de vez pular fora disso o Harém Vs coliseu de invejosos. Tudo era desculpa pra uma cena mais vergonhosa que a outra por...poder fazer isso!? Ainda me pergunto como tiveram coragem de dublar isto no qual 40% do tempo não tem falas só amassos e gemidos....

9. High Guardian Spice (Crunchyroll)

Há uns 3 anos este projeto foi anunciado e já de saída já se tinha problemas sérios, dois trailers que tiveram comentários removidos e foram negativamente votados ao infinito... Muito por ser basicamente uma propaganda sobre igualdade e falar quase nada sobre a animação. Mas o cartaz "meio deixava na cara" que era uma animação estilo Cartoon (o que é cômico pois pesquisando sobre da onde se originou? Eu descubro que vem de uma web novel escrita por Ray Rodrigues; que é também o interprete do professor Careway é roteirista chefe disso aqui; é a capa meio denuncia da onde ele tirou inspiração, e podem ver que não tem nenhuma garota da floresta parecida com esta, nem tem uma maga que lembra esta e com certeza esta garota de cabelo rosa não lembra nada esta aqui) e o traço se seguisse a novela seria mais de acordo com o serviço em que ele foi parar...mas...pra evitar algo longo já sobre esta parte aconselho um vídeo da Robyn do Anime America.

O que me leva ao vespeiro que resolvi me meter. Pois isto aqui tem tropes de anime, foi claramente criado baseado em animes. Mas por alguma razão bizarra decidiram dar um estilo de animação de cartoon (estilo Moranguinho) com a violência dos animes dos anos 90!? O que me leva a uma serie de questões que acho que o Manga Writer fez melhor; mas vou por algumas aqui antes de chegar ao ponto que quero. Pra quem isso aqui foi feito? Crianças? adultos? ou a resposta mais incompetente de todas. Não pensa vamos ser "inclusivos" e se falhar temos a defesa perfeita pra nossa incompetência (o que me faz ter calafrios só de pensar nisso), quando pensaram na obra? Pensaram em quem? Pois com "certeza" não são na maior parte do tempo em gente da idade das personagens.

O que me leva a sou homem, me considero bem mente aberta pra minha formação, filho de nordestinos de uma família tradicional (o que logo alguém idiota vai me etiquetar como Boomer e adianto minha idade é 41). E eu queria achar algo bom de verdade nisso aqui é no fim só encontrei o seguinte: Snapdragon que é o único personagem aqui tridimensional, criei simpatia por uma maníaca, com tendências assassinas, interesseira e que ama zoar o elenco principal (e me senti mal por não achar razões do contrário do comportamento da Amarílis pois a Alecrim é uma burra, a Sálvia é uma egoísta, a Tomilho é uma deprimida e a pobre coitada da Salsinha é típica irmãzona que só se ferra pelos outros) e Snap cat parece aqueles heróis idealistas de Cartoons dos anos 80 que não tem como não achar divertido e só isso tenho a dizer de bom.

High Guardian Spice tem problemas diversos que passam do planejamento ao produto final. Mas vamos ficar com os problemas universais que podemos aplicar a cartoons e animes. Tem péssimos diálogos (e olha que tem dois genuinamente medianos que poderiam ser excelentes com pequenas mudanças que são a conversa do Snapdragon com a Sálvia no Labirinto e o polemico dialogo sobre transgênero, mas essas duas cenas tem boas sugestões pela net e lembrando é mais um motivo pra verem o link que deixei acima, sei que é longo, mas explica bem o problema geral), problemas de continuidade adoidado (personagens que se teleportam é Emma e Goku isso não é exclusividade de vocês, problemas de acabamento em algumas cenas, objetos que "clipam" na tela e se acham quadros estáticos ruins? Aqui faz PNGs parados...), problemas de escala de violência (do tipo numa cena alguém toma uma surra e nem se suja, no outro episódio temos um dragão se decompondo com todos os terríveis detalhes, no outro alguém é enrolado em roseiras e nem ferida sai!? Pra 4 depois termos um dragão com as tripas de fora e sofrendo com direito a no mesmo episódio termos a eutanásia do mesmo dragão); eu ia falar de má dublagem, mas essa a Crunchyroll ouviu as reclamações regravou; ou remixou o áudio; e as vozes e estão "menos piores" e a pior de todas as coisas! As histórias não tem consequências! Passamos uma quase morte na caverna e... continuamos 4 estranhas, fizemos a eutanásia de um dragão é nada....e temos uma sociopata que ainda não tentou nos matar, mas sabe de tudo da organização que quer nos matar e não fazemos uma pergunta sequer!?

Pior que me sinto pondo um pano quilométrico por deixa-lo tão baixo nesta lista (pois as vezes sinto vendo algo mais amador que Ex-Arm), mas quem saiba eu esteja errado!? Vejam a opinião de alguém satisfeita! Sinceramente eu não deveria me meter nisso mas isto aqui abre dois precedentes perigosos: 1º Você pode fazer a incompetência que for e será premiado pelo escudo da inclusividade (se você for de uma minoria ou qualquer outra minoria: NÃO DEIXEM VOCÊ SER USADO! Tem tenta coisa melhor pra se lutar, vá apoiar Owl´s House que tá pra ser cancelado é uma obra boa e representativa de verdade) e 2º Não sei porque mas ao assistir eu vi algo com genuínas boas intenções mas vazio de conteúdo e não vou negar este vazio por ideologia alguma! Mas se pretendem fazer uma temporada dois disso? Vão ter que mudar uma montanha de coisas e sem garantias que terá salvação...

8. Tesla Note (Funimation)

Eu poderia falar por dias sobre como estúdios tem tropeçado no 3d por inexperiência e mal planejamento e execução. Mas vamos ao que torna isso aqui diferente de Ex-Arm e torna na "sua coisa ruim". Primeiro o elenco é bom e meio que reconhece o que tem em mãos e o não leva a sério desde do começo. É isso ajuda a aturar isso aqui melhor, outra e que o 2D até que é "bom" é com o tempo você nota a série usando o 3d mais nos cenários e menos nos personagens (mas ainda mantém a teimosia e a "briga" de 2D Vs 3D fica a serie inteira), a serie tem seus momentos de pior animação por si com o "urso coisa" e o homem tigre; mas o fundamental que não dá pra levar a sério é um vilão fracassado de James Bond (com direito a agência de contra espionagem) que denomina a sua "agência" como: estou com fome (até a própria serie zoa direto o quão ridículo é o nome que vem do Japonês). E isso é Tesla Note uma montanha russa ruim, que diverte vez ou outra e por causa disso tá tão baixo aqui

7. Ex-Arm (Crunchyroll)

O Caniipa Effect fez um vídeo apurando sobre como Ex-Arm deu tão errado e fez uma brilhante apuração. Mas vou dar algumas informações adicionais. Apesar de eu gostar de algumas soluções daqui (como levar tudo num estilo mais zoado na segunda metade) o roteirista disto aqui pediu pra ser creditado com um pseudônimo pois não queria ser lembrado por esta serie..., a serie passou por uma procura por estúdio por 3 anos até que o comitê resolveu investir um pouco mais e procurou um diretor e estúdio que fizesse em 8 meses é a Visual Flight topou fazer isto em 8 meses! E mudando de ponto meio o que torna isto aqui único é o elenco e o diretor (que fazia filmes live action e este foi o primeiro anime dele) levaram isto aqui a serio 100% do tempo e isso manteve a "graça" disso aqui; só que pra mim depois do "arco da escola" a piada em boa parte acabou e só sobrou um vazio...

6. Osamake: Romcom Where The Childhood Friend Won´t Lose (Crunchyroll)

De outras palavras que vão meio ficar meio repetitivas mas... Por onde começo esta zorra? Começo por todo o harém que persegue nosso herói tem o requisito de ter sido amiga de infância do mocinho!? Com a parte da amiga loira ninfomaníaca que pra se parecer com um ser humano a fazem perder a memória e ela vira uma moça pura!? E eles mantém essa zoação por um longo tempo (ao ponto de me perguntar se esqueceram desta trama). No começo nosso herói querer causar ciúmes numa paixão dele fingindo que esta namorando a amiga loira que sempre tenta de todas as maneiras dar um pegas no mocinho. Até que num certo ponto o "alvo" da vingança do mocinho que recusa propositadamente a declaração do mocinho a ela...pois queria se vingar dele (e sim to contando a serie quase toda, me agradeçam por evitar de você assistir isto aqui ou se ficar curioso pra se arriscar nisso? Não reclame depois...se for ver) e tem o plot twist que ela sempre esteve apaixonada e com a "vingança" cumprida vai atrás do mocinho, temos a amiga de infância que voltou a cidade, o pior festival de dança e mais mal animado que lembro em anos! O "arco da aceitação" em que nosso mocinho que tenta ficar com 4 mulheres ao mesmo tempo e passa pelas lembranças da perda da mãe (que morreu de susto, no meio de uma cena de ação. É isso mesmo a mãe do herói e tão "fantástica" que morreu de verdade atuando numa cena da morte da personagem dela, o que é uma piada recorrente do mangá em que se baseia, aqui levaram a sério ao ponto de ser o penúltimo e "dramático arco"!) e termina com outro plot twist é uma "não escolha". Porque me torturei vendo isto até o final!? Nem eu sei! E isso consegue ser o pior trabalho do Doga Kobo. E detalhe os problemas já começam com uma animação bem ruim em vários momentos da abertura.

5. Platinum End (Crunchyrol/Funimation - Dublado)

O que acontece quando uma parceria de longa data dá tão errado que ela é desfeita de imediato após o fim da obra!? A Obra? É Platinum End, algo que já no material original já deu tão errado que o anime consegue ser pior ainda pelos tons de Death Note é isso seria Platinum End num resumo. E acho que quem não viu não entendeu nada. Então vamos a versão longa. É mais um jogo da morte com o premio de deus oferecido ao vencedor, já vimos isso em vários formatos e prêmios. E ele não tem diferencial dos outros a não ser que já no primeiro arco já há uma polarização entre o que vou chamar de Tokusatsu man (que literalmente age como um vilão de Tokusatsu com esperas dramáticas, planos extravagantes e por um tempo bem curto se finge de herói) e o núcleo dos heróis que é altamente desinteressante com o Mirai que durante a obra toda vai "latir" sobre o que é ser feliz? A felicidade dos outros e ficar sem entender até mesmo depois do fim da obra o que é real felicidade (spoilers mesmo tendo encontrado a felicidade! No momento em que ele pensa sobre isso algo acontece e fim de mangá), Saki que não sabe o que é amor e decide tentar com o Mirai. Acaba com ela entrando neste "game" e não tendo crescimento algum na obra TODA! Além de mostrar o obvio ao Mirai, ser um plot device pra algumas soluções e chamarem estas soluções de crescimento de personagem. E eu chamo de carta na manga que leva do nada ao lugar algum. E por ultimo temos o Doom Guy (Chá do Trovão trade mark...; aliás procurem os chás deles sobre Platinum End no Discord, vocês vão rir e se divertir muito) que é o único com pensamentos realistas e é quem puxa pra realidade Mirai e Saki, mas ele já tem uma doença terminal por default pois não queremos jovens andando nas cordinhas e alguém tem que morrer pra dar crescimento ao protagonista... mas usam tanto as quase mortes dele que fica uma piada de humor negro e querem saber a maior verdade dos problemas daqui? O que falei acima é só metade do problema a outra metade é mais fácil e rápida de se falar sem spoilers. Se resume numa frase: "os planos de combate são ridículos" e alguns chegam ao ponto do risível. Devo lembrar que ainda está no ar (na data atual) e prestes a fechar o primeiro de 3 arcos que a obra tem no total.

4. Promissed Neverland Temporada 2 (Funimation)

O que posso adicionar? Ela é decepcionante e após um certo fato num abrigo, a serie resolve ligar o turbo e ir num suicídio direto e duro de se ver. Os problemas de animação pioram, mas isso aqui vira uma massa de animação mal feita, correria tão intensa que todos os roteiristas pediram pra não serem mais creditados por trabalharem na serie (o autor do mangá incluso na debandada) e um fim que em 5 episódios andou nada mais nada menos que 9 volumes de uma vez só! mas se querem uma ideia mais profunda da dor que ele causa? vejam este vídeo do Mother Basement.

3. The Detective is Already Dead (Funimation)

Isto aqui tem fatores pra quem conhecem a novela que tornam isto aqui pior e mais doloroso. Mas vou lhe apresentar motivos que você nem precisa conhecer o material original e tornam isto aqui pior ainda. Vamos começar com o "resumo" o primeiro episódio tem uma metade muito bem animada e uma segunda que te dá mais Siesta. Daí tu fica com uma falsa impressão e gostando desta "Batman de saias". Daí vem o resto dos episódios é a serie te demanda fazer concessões cada vez mais absurdas em nome de mais Siesta e tu se vê numa cilada em que a resposta é simples: A serie piora a cada episódio pra no fim tu se ver numa casa totalmente queimada. Agora vamos a longa, já no primeiro episódio a serie tem problemas. Na cena do avião na novel ela é um excelente exemplo de porque esta novel foi premiada, pois em uma única sequência apresentamos nossa detetive, sabemos do problema do Kimi (o assistente), sabemos que certas perguntas podem ser capciosas e que nem sempre as coisas são como parecem e nem sempre vão de acordo com o plano. O que rapidamente te apresenta os personagens e mostra o quão eles são bons e falhos como humanos. Na serie por questões de roteiro e direção temos uma sabichona citando Sherlock Holmes da BBC, que se acha infalível e usa um rifle como uma bad ass e a segunda metade do primeiro episódio é mais pra te vender o lado romântico da trama (e detalhe não tem na novel é ultra forçado pois temos traficantes que se "disfarçam" de lenda urbana pra... não revelarem que são de uma organização internacional de espionagem!?), daí a serie vai queimando lentamente com má animação (com direito a tapa olhos que somem, carros de Monopoly!, ruas ultra vazias e um orçamento que escorreu como água ao usar mais e mais monstros e cenários que ficam piores e mais feios com o tempo), um roteiro que não entendeu o que tem em mãos (você tem uma trama de ação e mistério quem conhece HQ´s eu compararia com o Batman do Neal Adams só que sem a ultra violência, mas com as coisas num clima de mistério e ação. O que a roteirista fez aqui... Facilita os mistérios ao máximo ao ponto de não há nada escondido! O que meio invalida o gênero mistério aqui, pois tudo é revelado pelo vilões ou por nossa "Batman" deixando zero questões ou investigação. Além de a solução universal é pancada! O que será que isso lembra? há sim as piores histórias do Batman! E olha que Sierra tem seu próprio "bat robô"), um diretor que quer correr ao máximo (ao ponto da serie conter a maior parte dos fatos do volumes 1 e 2 da novel, mas com revelações e fatos dos volumes 4 e 5!!!), um romance que não funciona (isso já vem da novel pelo fato da Sierra mesmo nas lembranças dominar demais e como a detetive esta morta!? Então isso vai do nada ao lugar algum e aqui isso piora por uma decisão simples. Enquanto a novel trata do pesar e das boas lembranças que o Kimi tem da Sierra no começo dela; aqui na serie foca só nessa vivência direto, então não se tem pesar por alguém que está a cada cinco segundos de episódio...) e a pior de todas que vai me levar a um spoiler brabo que se já está horrorizado o suficiente? pode pular pro número 2. Tá ainda aí? Ok vamos lá 4 Waifus pelo preço de uma! (na novel numa "clássica" má interpretação do desejo dos leitores por mais momentos da Sierra o escritor dá um jeitinho de trazer a Siesta de volta; numa trama idiota que seria o seguinte: Nosso "grupo" acha a base dos vilões, Kimi é separado do grupo e encontra Sierra (no estado que chamo de Sierra em conserva) é os vilões revelam que ela está em coma e isso ocorreu ao salva-lo de uma vilã com duas personalidades que ao roubar o coração da Sierra, a personalidade boa assumiu e ela viveu assim por um ano até morrer num acidente de carro e ter o coração (que é do Sierra originalmente) transplantado numa japonesa que é nossa atual heroína a Nagisa. E que se ele a entregasse teria Sierra de volta e ao ver esta "revelação" eu desisti de continuar lendo isto. Daí me vem o anime é faz pior... as circunstâncias são parecidas Sierra se sacrifica pra salvar o Kimi, tem o coração roubado pela vilã com duas personalidades, mas isso tudo é contado pelo vilão "de graça" (só pelo fato de encontrar o endereço chefão) com o extra que! Nagisa Natsunagi NUNCA EXISTIU! A vilã ao pegar o coração da Sierra faz florescer uma terceira identidade que é a Nagisa (e não vamos contar o buraco que se aplicaria na novel por ela ter lembranças de infância e de anos antes...no anime nunca se fala nisso e isso faz ter a certeza o Kimi é um idiota, não aprendeu nada com a Sierra e não investigou a Nagisa! Mesmo tendo uma certa desconfiança da história do transplante e tudo "magicamente se encaixar"). Daí do nada nos capítulos finais lembram dos itens de detetive da Siesta pra... ter um conflito e revelar que a Nagisa faz bem mais que ter conversas com Sierra e pode "trocar de lugar" com ela (e isso na novel acontecia como se fosse uma troca de alma por causa do coração, aliás isso ajudou um pouco a novel a dar um pouco mais de Siesta na história e nem foi imitado em nenhum anime!). Então se achou tudo isso complicado ou ruim demais? Não te culpo! Pois as duas soluções são horrendas!!! E pior invalidam o título pois a detetive não está morta... Esta serie é ruim, apavorante e vai numa espiral de destruição que começa com um floco de neve que vira uma avalanche!!! Só não é o pior do ano pois dois animes conseguiram ser piores ainda! E olha que nem falei dos erros de tradução (e olha que isto foi internacional, aconteceu com o inglês, português e russo, mas não em espanhol!? O que me leva a que poderiam ser evitados com uma consulta até no Wikipédia!!) Como "criar" mais uma filha pra Siesta e mudar diálogos pra caber uma mudança causada por confundir o "mesmo tipo" de abreviação. Cabe uma explicação rápida. Por exemplo você pode usar MAM pra abreviar mãe no inglês americano; mas no inglês da Inglaterra você pode abreviar Madam (senhora/madame em português) também como MAM´ (notem que a diferença é um hífen!!! E que ambas são abreviações pouco usadas, mas tem algo que cabe aqui; MAM´ é usado pra abreviar comunicações no jargão militar quando a chefe é mulher).

2. Higurashi: When They Cry - Sotsu (Funimation)

A primeira parte deste anime escapou dos piores pois mesmo fazendo um péssimo terror? Ele ainda estava dentro da premissa e se esperava que Soutsu daria as respostas. E o primeiro arco de Sotsu é um dos melhores de Higurashi. Responde de onde vem a loucura da Rena, o que a levou a um certo momento em que a cena foi refeita pra ficar...menos risível e mais aterrorizante!? E depois disso começou o problema de todos os arcos depois tem. E que só piorou mais e mais por... Tudo sempre foi um plano "super elaborado" da Satoko pra convencer a Rika a ficar eternamente em Hinamizawa e não ir pro colégio porque??? Tem preguiça de estudar!? (num resumo do resumo, estou cortando os meios como linhas do tempo, deusas duelando e a maldição de Hinamizawa). Por onde começo? Pelo tão ridículo que é isso? Pelo autor ter espertamente pulado fora do staff do anime? Pela covardia de tentar fazer desta parte duma explicação pra certas bruxas de Umineko e desistirem no meio!? Ou do tão perdido que esta produção sempre foi confundindo dois T (Tesão com Terror). Isso foi tão ruim que regras e logica foram pro bueiro (num episódio isso foi literalmente) e transitamos do humor negro ao Dragon Ball Z. (só vou deixar um exemplinho do quão ruim é a serie nessa sequência aqui) E sinceramente esta produção completamente perdida só não é a pior do ano por causa que ela te faz rir de tão perdida.

1. Redo of Healer (Hidive)

Ao menos em Higurashi tem coisas que posso concordar com a Eua. E da pra rir do "humor negro" de Higurahsi. O que leva a este é o pior anime que vi? Não. O assunto daqui Redo of Healer é pior que Higurashi? Sim! É o pior anime que já vi em todos os tempos? Por ser velho e ter visto muito anime? Já vi coisas piores tanto em cartoons e animação quanto em anime. O grande problema é. Fale algo legal desta série. E a única coisa boa é...Não comete erros básicos de animação que quase todas as outras deste top 10 cometeram e ponto!? Isso aqui me fez pensar numa coisa que o autor disso aqui falou numa entrevista. Que ele pesquisa pontos que façam com que o leitor leia e seja movido a comprar o material dele. E isso aqui vai no mais "básico" de s...(é aquela palavra com S relacionada a reprodução) e violência é explora direto. Daí ao ver isto e lembrar do passado de God of War (que até um dos produtores do jogo admitiu que ele em historia e projeto era bem básico e nunca entendeu bem como ele vendeu tanto?) E me lembrar algumas coisas: que God of War é uma obra de Platão perto desta série, que a palavrinha com S... sempre vendeu e aliado de violência é um impulso a mais e que o autor pensou em zero consequências, morais e limites pra isso aqui. A trama basicamente é sobre um herói da cura que foi quebrado por seus companheiros de todas as maneiras possíveis e ao ele derrotar o rei demônio ganha um item que lhe permite voltar no tempo mas com todas as memórias. O que ele decide fazer? Se vingar de todos os que fizeram sofrer. E sabem do pior? Este começo é OK. É igual ou lembra várias obras de revanche. O problema? Vai de como executa. Pra um melhor entendimento aconselho este vídeo do Anime América. Mas tentando resumir um problema bem longo. Vamos ao elefante da sala! A vingança dele é irreal e não é uma vingança! Mas alguns devem estar dizendo como assim! Vamos decompor algumas coisas mais problemáticas aqui mesmo: 1. O poder dele nunca é bem explicado e qualquer coisa vira o seguinte esquema ela fala Heal! E a magia faz de tudo! Quero uma arma apelona? grito Heal pra uma orb e faz exatamente o que precisa! Grito Heal! E apago a mente das pessoas!? Grito Heal! E modifica o que quero como quero! Não se tem dificuldade é só a espera de ter a chance de gritar Heal! E tudo resolvido!; 2. Se ele sofreu tanto e tem conhecimento privilegiado dos heróis!? Porque ele não se fez de morto, fugiu pra um lugar distante pra treinar pra vingança dele é não voltou mais tarde? (aliás na entrevista citada o autor foi questionado sobre isso e mandou um não pensei nisso); 3. Porque manter vivo quem lhe fez sofrer? E nem a serie tem resposta pra isso a não ser uma "lógica" em... vamos fazer umas apostas loucas.. .4. Manter algumas do motivo da vingança dele por perto pra violar de novo e de novo... (com a passada de pano que apagou as memórias as "transformou" em outras pessoas) coisa que só torna ele igual a quem quer se vingar!? Mas isso é fichinha perto de outras coisas. Esta "coisa" chegou a passar pelo comitê de supervisão da televisão japonesa e só não foi "cortado" porque deu um empate na votação (o que levou a um debate interno do que é limite de criatividade e liberdade de expressão). O que leva ao estúdio e esta obra como falei antes não terem preocupação sobre limites e morais. Querem o choque pelo choque e ponto. E não quer te atingir somente pela violência (que em parte é aliviada) quer te atingir pelas "cenas picantes" (e já lhe adianto que nem como hentão serve pois as cenas quentes tem cortes estratégicos pra vamos dizer enganar a censura, se fingir de adulto e mostrar o começo e o "fim" dos atos picantes, evitando o durante pra não ser classificado como um hentai...). Isso aqui é horrendo, 99% dos personagens são péssimas pessoas, tudo é valido pra obter a vingança e os meios são ultra facilitados, o personagem principal é um lixo de ser humano com os piores clichês possíveis de vingança, e as vinganças??? (ok talvez a da menina lobo, mas eles estragam cinco segundos depois...) não tem liberdade da dor, "pagamento" e não tem cartasse (até isso é esvaziado). Moralmente falando isso aqui é um vomito! De longe a pior coisa do ano por uma margem gigantesca.


Se quiserem ver a edição do ano passado link abaixo:

Top 10 Melhores e Piores Animes (2020) Segundo a Internet e Nós do Brasil Anime Café


Fonte: My Anime List, Crunchyroll, Funimation, Hidive, Netflix e Youtube

126 visualizações0 comentário
Banner.png
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram