• Senryu

Mega Man: Potência Máxima


Eu sinceramente ia deixar esta serie pra lá não ia falar dela, mas conversando com amigos uma coisa sempre vinha. Senryu veja você esta série pois quero saber se isso é pior que o Mega Man de 1994; ou a outra versão: oi quero apresentar Mega Man ao meu filho, mas vi o vídeo do senhor Wilson e fiquei na duvida...


E sinceramente eu achava que o IMDB meio que resolveria isso, porém sempre surgia no papo o novo Ben 10 (versão 2018) é isso me fez pensar o que ambos tem em comum? Pra geralmente citarem ele ou Unigata? E daí eu consigo localizar uma tendência que tem nos Estados Unidos, no Gloob e no Cartoon Network que é encher a programação de atrações de 10 minutos e ao ver esse tipo de programa começo a notar várias coisas em comum: programas chatos, que não conseguem contar algo (e as vezes tem que apelar pra episódios duplos ou com múltiplas partes o que meio contraria os motivos de ser "curto") e uma aposta numa única coisa, porque é mais barato ainda de se fazer, dá mais tempo pra propaganda e de passar mais programas.


Mas vou ser sincero tem programas que conseguem funcionar desse jeito, eu diria que esse formato é maravilhoso pra programas infantis de humor, pois você pode ser rápido com as piadas, não se obriga a manter uma trama e ajuda a se manter episódico e sem obrigação de acompanhar uma temporada. É isso pra Unigata é ótimo! (e torna Teen Titans Go, mais aturáveis pois quando acertam na piada vem rápido e quando erram, como geralmente fazem..., se vai rápido).


Mas vamos a minha teoria de porque esse formato não dá certo pra maioria dos formatos. Em especial pra ação, a maioria dos roteirista no ocidente montam uma estrutura que recheiam e montam a sua maneira, mas basicamente pra series de ação, eles acompanham o seguinte: surge um problema, o herói é desafiado pelo problema, o herói tem problemas pra resolver o desafio, se põem uma solução ou lição pra se resolver o problema, a solução/lição é desafiada, problema resolvido. Você já nota que é uma serie de processo e você já encurta tudo isso pra 10 minutos... daí se tem que encurtar ou apressar processos o que pra mim leva a problemas como: o problema é fácil demais de se resolver (o que desvaloriza herói e vilão), o episódio é apressado demais e com isso difícil de se compreender (em especial você não compreende a trama o que ela quer? Devido a você ter que simplificar personagens e as vezes essa simplificação deixa os personagens difíceis de compreender ou só chatos) ou tudo é tão repetitivo e vazio que faz se importar com nada disso e com isso temos uma serie de ação sendo destroçada pelo formato de 10 minutos é com isso Ben 10 e o Mega Man sofrem com isso (aliás curiosidade Mega Man Potência antes de ser cancelado pela primeira vez no USA, ele fazia nas manhãs bem cedo a mesma audiência que Bakugan e Ben 10, a diferença e que as vendas de brinquedos foram patéticas e por isso ele foi cancelado duas vezes!!!).


Mas agora vamos falar um pouco do histórico de produção antes de eu tentar "desmontar" essa bomba azulada. A Capcom em nome de explorar as suas propriedades e da proximidade do aniversário de 30 anos do Mega Man, procurou maneiras de explorar a marca até receber uma proposta do grupo Man of Action especialista em fazer series infantis (eu ousaria mais especialistas em destruir a infância alheia, mas isso é questão de opinião..) que teve que caçar investidores pois a Capcom só liberou a licença, daí eles convenceram a DHX e a Desentsu e fizeram um piloto que passou no Disney XD em 2016 é esse piloto foi mal recebido (só um fato engraçado e que Man of Action e a Desentsu negam a existência desse piloto, mesmo com fotos desse piloto espalhadas por toda a internet provando que ele ao menos foi exibido ao menos uma vez!), O projeto passou por uma revisão até estrear ao mesmo tempo na TV e por streaming no Cartoon Network em fins de 2018 e ser cancelado no décimo episódio, daí foi ganhou outra chance em 2019 e foi cancelado de novo no episódio vinte e três; mas ele foi distribuído pelo mundo e só foi exibido até o fim em quatro lugares...(pela Ytv no Canadá, na Indonésia, Portugal pela Panda TV e pela Gloob no Brasil, o que é meio indicativo que vem uma bomba por aí! Se já não notaram o suficiente).


Bem vamos aos pontos de sempre pra vocês conhecerem melhor.


Foi bom

  • As musicas pegam algumas musicas temas dos jogos e algumas composições próprias misturando música eletrônica e tons em 8 bits e elas são boas e bem legais.

  • Gosto do design do Airman e da Kaotic, em design e personalidade de longe não são os problemas aqui (apesar da Kaotic ter um poder meio quebrado demais pro mundo de Mega Man que é super velocidade).

  • Olha por incrível que pareça eu gosto do visual, gosto da sequência de transformação do Mega Man (vou falar mais sobre isso mais tarde), gosto do visual que ganha com os poderes e é só isso...

  • Woodman de longe é o melhor personagem aqui é você sabe que tem algo de muito errado quando o melhor personagem é um paranoico traumatizado por uma "guerra mundial".

  • A "imaginação" em 8 bits gera cenas legais e algumas das mais engraçadas da serie é algo que dá uma identidade visual. É legal e de longe foi uma das melhores sacadas da série.

  • O episódio 18 de longe é o melhor da serie toda! Consegue apresentar o problema, de certo modo nos dá os dados rápido pra que nos possamos juntar os pontos por conta própria e tem uma boa mensagem que sabendo como dialogar você pode resolver os problemas sem necessitar da violência.

  • Eu não acredito nisso! Mas um episódio com o Norman (que é uma piada com o bad box art Mega Man) é um dos melhores dessa serie; estou falando do 46 é um ótimo episódio, com um humor "aceitável", num episódio sobre o que se necessita pra ser herói é coragem e não de poderes! E também a cena do Norman derrubando a AstroWoman atirando com uma shotgun de batata foi maneira e uma "homenagem" ao exterminador do futuro bem feita.

Lado a Lado Norman e Bad Box art Mega Man de Street Fighter X Tekken

  • A dupla de episódio finais foi o mais próximo de termos um grande confronto e foi algo bem legal e com algumas surpresas, o que numa serie desastrosa é um destaque que deve se dar.

  • A dublagem da Unidub foi excelente e ainda por cima fizeram algo raro, traduziram todos os logos, títulos e créditos é uma pena que tanto a abertura quanto o encerramento não duram mais que 15 segundos e mal dá pra nota-los.


Foi mediano

  • O design da AstroWoman é tão reto e genérico que não dá pra destacar e nem reclamar.

  • HypnoWoman tem um poder e design bem diferentes, mas aquelas asas e a saia gritam genérico, além que de longe foi uma das vilãs que até podiam ter potencial, mas é tão largada na série que fica num meio termo chato pois é um personagem criativo mas é mal aproveitada e muito mal detalhada as motivações dela assim como boa parte do elenco que fica num é meh...

  • Os jogos de Mega Man tem como parte da estrutura dele tem o uso dos poderes como um jogo de papel X tesoura e isso é parte da diversão. Com o tempo você descobrir a fraqueza e usar contra os robôs. Mas e nessa serie o Mega Man? Se limita direto por causa que não quer matar os mestres robôs? Ok você cria um debate moral é um "charme" que o personagem dificulta a própria vida porque tem medo de matar o adversário, mas aonde você quer me conduzir com isso? E essa mensagem fica vazia por causa do Aki falar que o Namagem (o "Protoman" dessa serie e vou falar dele mais a frente) passou dos limites (por ter aterrorizado a Hypno Woman, ter humilhado e chutado e bunda azul dele três vezes e atirado covardemente pelas costas do Fireman) e que ele deveria morrer por isso e me mantém essa falácia por 15 episódios...e sem contar que pela conveniência do roteiro é mais mortal usar a arma que é fraqueza num robô (do tipo usar a habilidade de fogo do Fireman contra o Woodman) do que taca-lo num gerador ligado??? (é o Mega Man faz isso com o Elecman no episódio 47) Pra causar um curto gigantesco que apaga uma cidade inteira é o robô sai vivinho disso por causa de? O roteiro quis?...eita conveniência.

  • O Elecman parece um Looney toon é isso ficou tão genérico; mas em sua defesa no meio de um monte de "mestres robôs" sem graça e sem personalidade isso o faz ser lembrado, no meio de uma montanha de genéricos, tão meh...

  • Numa serie ruim eu poderia estar reclamando de uma montanha de coisas! Mas quando se tem um episódio indo ruim e do nada as coisas melhoram por coisa bobas como o Rush ser movido ao heroísmo ao ver um gato em perigo (isso acontece no episódio 21); só aceito e não falo mais nada e por isso não vou reclamar de uma montanha de episódios...

  • Aliás nesse ramo...quantas vezes o Azulão salva pessoas do mesmo prédio em chamas? vai na mesma parte da floresta? Ou vai no mesmo píer? Só aceito porque esta serie deve ter tido sérias restrições de orçamento pra ser completada.

  • Tem coisas bizarras como um "Gundam" (inclusive armado com misseis) de trinta metros ser o diretor de uma escola ou do Mega Man hipnotizar o Drilman e ao invés de questionar quem é o chefe dele? (o que acabaria com essa serie rápido) Só o faz construir um teatro e virar o "Mc Drillman", eu só aceito porque essa é uma serie infantil e querem fazer piada e ponto.

  • Suna está aqui pra cumprir cotas e substituir a Roll é sinceramente no fim do dia é a Roll dos jogos com Skin da raça negra, humana e de resto..., não tem quase diferença alguma; o que me leva a precisavam fazer isso? Provavelmente pra cumprir alguma cota sim... Desnecessário e não acrescenta nada.

  • No episódio 8 se tem uma brilhante desculpa pra falarem de todo o mundo em que eles vivem o que houve no passado o que levou à humanos e robôs a viverem juntos e a paz em que eles vivem agora num "pós guerra". É o que recebemos? Um Easter egg do Mega Man X, um bando de piadas sem graça e como até o final dessa serie a guerra é mais citada do que ser um real motivador de heróis e vilões, você só esquece e ignora a guerra Rígida e com isso toda essa história de como o mundo era anteriormente fica sem importância, aliás falando nisso.

  • Alguns alegam que essa serie não tem nada de Mega Man e quem me dera que esse fosse o problema. Pra mim a questão é claramente que os roteiristas foram apresentados a todas histórias de todos os Mega man é eles resolveram pegar o que tinha de mais interessante de cada uma e usar pra montar a história deles. Pois notem certas coisas "familiares", mas com outra embalagem (que vou esclarecer da onde veio): Nesta serie houve uma guerra antes entre humanos e robôs, a guerra Rígida e terminou numa paz com humanos e robôs vivendo em paz e numa cidade "utópica" Silicon City (Vamos lá, isso meio que pega fatos de Mega Man Zero após o fim das Cyber Elf Wars, X constrói junto de humanos e reploids uma cidade chamada Neo Arcadia onde vivem em paz por um tempo até o X desaparecer e a Ciel cometer um erro; não vou falar muito mais pois isso é parte do plot base do jogo do Zero, mas se quiserem saber mais cliquem aqui), nessa cidade temos um herói chamado Aki Light que se transforma no Mega Man (já vimos isso no jogo Mega Man ZX com as transformações via Bio Metal se quiserem saber mais sobre esse jogo podem ver aqui) e usa seus poderes copiados de robôs que se auto intitulam robôs mestres que agem em nome de um "outro mestre" que quer dominar o mundo (daí temos as únicas coisa puxadas do jogo original do Mega Man, como os nomes de alguns mestres robôs como Gutsman, Iceman, Waveman, Woodman entre outros e um pouco o vilão em seus planos de dominação disfarçados em "atos nobres", "igual" a um certo velhinho chamado Willy). O que nos leva a parte complicada e que ninguém quer falar. Isso aqui tem elementos fabulosos de vários jogos da franquia, mas os aproveita de maneira no mínimo medíocre e fica algo que é ao mesmo tempo Mega Man e homenageia a franquia como um todo, mas no mesmo tempo a pisa e a destrói em nome de fazer o que Man of Action sabe de fazer melhor; ou seja usar os mesmos personagens de sempre com outra embalagem (é isso só deu certo em Mutante Rex).

Foi ruim

  • Deus isso vai ser bem longo; mas vou começar por Mega Mini, ele é de longe no começo da serie a coisa mais chata, sem noção e horrenda da serie! É um personagem desnecessário (o roteiro cansa de dar os "motivos" do Mega Man necessitar dele, mas se for ver outros momentos em especial do final? Ele é desnecessário e uma forçada de barra. Devo começar pelo fato que ele é uma reciclagem do Skurd de Ben 10 Oniverse (que já era um personagem ruim e irritante), passando pelo fato que no começo ele era mais um "validador" das piadas do Aki o que tornava numa irritação em dobro, além do seu arsenal de piadas ser ruim, só se salva um pouco em português pois é onde o dublador pode improvisar, e acreditem ele usou o máximo de momentos da dublagem em português pra melhorar as piadas; só o problema é...são raros esses momentos em toda a serie.

  • Acho dramaticamente bom colocarem limites e defeitos no Mega Buster, fica bem interessante se bem usado; só o problema é quando você usa esses limites de modo ruim é esta serie faz isso direto limitando o Mega Man a três poderes por vez, sendo que o Namagem pode usar todos de uma só vez! Além de que os dois poderes mais "quebrados de todos" são ignorados direto! (que são o da Kaotic e do Chemistryman).

  • O que dizer do resto dos "robôs mestres"? Acho que eles se dividem em três grupos o: aceitável pra uma serie infantil: Airman, Kaotic e Woodman; os que não fedem e nem cheiram: AstroWoman (por deus como erram a pronuncia do nome dela em português!), HypnoWoman e Elecman e os que porque vocês existem! com: Waveman (olha o visual dele não é ruim, mas a personalidade dele é patética! E o típico cara necessitando aceitação pra tudo), Fireman (olha sou esquentadinho e tenho poderes de fogo! Oh nossa quantas vezes vimos antes isso, só é o menos ruim dessa turma por ter tido dois bons momentos na série, o duelo contra o Namagem é o episódio do vulcão, pois o visual dele é o mais genérico, lembra o Torchman do Battle network, só que mais bombado e com pés de vilão da série X...), Drillman (meio que o visual foi ponha muitas brocas; inclusive broca na bunda por que quero fazer piada disso; e o dia foi dado como terminado e ele tem um dos piores episódios da série a briga dele com o pai dele; que diga-se de passagem tem visual melhor!), Gutsman (piada pronta com "europeu" e com comida; o que já era genérico sobre só ser fortão!? Ficou pior pois vira outro estereótipo usado normalmente pra sacanear estrangeiros! Grande! Man of Action...e a estrela dele no episódio com a lição mais errada da serie toda o 14: Confie em Gutsman, nele eu sei que querem passar a lição de não confie em estranhos, mas vocês apresentam a lição como? Como um não confie na aparência e descrimine as pessoas pelo que aparentam e não vão um segundo sequer pelo papo e atos claramente bizarros? Esse é um episódio pra ver pelos "motivos" errados é ruim, engraçado pelos erros, tem uma lição ruim, péssima ação é se vencer o constrangimento no fim, vai gerar um papo "divertido" com as crianças pra separar o joio do trigo sobre porque não confie em estranhos e ao mesmo tempo porque recebemos estranhos em casa as vezes como prestadores de serviço, encanadores, vendedores e etc), Chemistryman (é basicamente um frasco de erlenmeyer com cabeça pernas e braços e age feito o charada com charadas sobre química que sempre tem alguém esperto do elenco pra resolver o que deixa o "jogo" ruim), Cutman já era um meme pronto antes dessa serie e depois dessa serie? Só virou uma coisa idiota em busca de perfeição e com um corte de cabelo de cuia... É o segundo pior visual daqui e deixo por último o senhor genérico Iceman (visual genérico de Iceman que já e um problema em Mega Man, junte a isso uma personalidade literal, que consegue estragar uma das maneiras mais fáceis de fazer piada...e adicione a isto a uma voz irritante em qualquer língua, esse é o Iceman).

  • Namagem se eu te disser que ele é uma mistura de Protoman (poderes e história), do Bass (visual inspirado em) e a personalidade do Omega; você talvez diria parece legal e dark! Bem o resultado aqui é um pré adolescente irritante que vive resmungando, que demanda reconhecimento a cada cinco segundos e dá nos nervos pela raiva e só falar gritando...

  • O que nos leva ao grande vilão que sabemos quem é no primeiro segundo e ao mesmo tempo eles mantém um mistério que é bem na cara por um bom tempo! Com o papel duplo do Capitão Break Knight/General Obsidian que tem uma armadura com visual de Mega Man X e que o objetivo dele é dominar a cidade usando a liberdade dos robôs! e que os robôs devem dominar e se separar dos humanos (um objetivo que ele mesmo não acredita, mas que precisa usar isso pra influenciar os robôs e ter poder; da onde vi algo parecido? Ah sim Willy, mas acho que ele precisa de uns cursos com o velho Willy sobre não parecer tão "hipócrita" em seu discurso e como manter a fidelidade dos seus bots...).

  • A ação é bem rápida, ruim e as cenas se resumem a pancadão, alguém voa metade da cidade, repete e continua...

  • O episódio 9 vai do nada ao lugar nenhum e com certeza é o pior ou um dos piores da serie, por causa que não tem ação, tem piadas bem ruins (inclusive uma bem "ofensiva" sobre garçons e como trabalham como "escravos") e a lição!? Que lição? Temos o Aki tentando impedir do pai sair com um vilã e no fim o pai tinha toda a ciência que tava saindo com uma vilã e nenhuma explicação disso é dada! (mais a frente se tem uma "explicação", mas quando alguém volta no assunto dez episódios depois e sem citar o evento? eu só acho que alguém achou um erro e tentou passar o pano, só acho...).

  • O problema com os poderes eu vou dividir em três partes. Vou começar com o ato da cópia! Que nesta serie vira um desafio a burrice alheia! (Olhem isso sempre foi problemático pois em series como Battle Network envolvia doação ou derrotar o Bot como era nos outros jogos, passou por obter num simples e rápido toque como é na série de 94; mas aqui nessa serie? Como é? Envolve por um "longo" tempo apontar o buster e...rezar que o alvo não se mexa ou não note que tem algo errado... Olhem o ato de copiar de Mega Man que vamos dizer deveria ser fácil do tipo ver múltiplas vezes a mesma arma usada e daí copiar ou derrotar um Bot e agarrar por um longo tempo a arma pra copiar a arma (uma coisa engraçada! Na serie de 94 o X faz exatamente isso; leia-se segurar a arma de um robô derrotado pra copiar; com a arma mais inútil daquela serie a do Snakeman; o que leva a outro fato engraçado, este episódio com o X, era pra ser um piloto pra no ano seguinte fazerem uma serie estrelando o X pois a produtora interessava mais fazer uma serie do Mega Man X e os brinquedos que ela geraria, do que uma com o Mega Man, só que a coisa deu errado e a Capcom cortou o contrato no fim da temporada).

  • A parte de copiar a personalidade do dono da arma seria interessante se fosse consequência do primeiro uso. É isso gerou um recurso de piada ruim, conveniente (pois não acontece direto), repetitivo e se alguém lembra de Ben 10 é um recurso mais que batido só que ao invés do Alien errado vem a crise psicológica na hora errada...; mesma piada, novo jeito...

  • O que essa mudança de personalidade gera um problema comercial grave; vem aqui o Senryu administrador falar. Deixem-me expor o problema, quem vai querer comprar os bonecos dos visuais alternativos do Mega Man (que são outras pinturas diferentes do mesmo modelo só com acessórios novos) se como eles aparecem na série não é um momento maneiro ou legal!? Geralmente é um momento negativo pra gerar alguma lição!? Vamos pra alguns exemplos como: ninguém vai querer o Mega Man vermelho pois ele sempre na serie tá estouradão com esse visual, ou o deprimido de azul bebê, nem o paranoico de madeira, ou muito menos o confiante com arpão e nenhum pai vai levar o cafeína de preto e amarelo ou o marrento de prata e verde (acho que entenderem o quis dizer), você associa tantos momentos negativos aos visuais que gera um marketing e se torna mais negativo ao problema que elas naturalmente já tem! No fim isso é um péssimo uso das formas, junto de um recurso com muita, mas muita preguiça na hora de escrever e que mata as vendas de boneco! Causado burrice pura! Ou "escrever do modo de sempre vocês decidem! É o que acho mais incrível disso tudo é como algum executivo aprovou isso!


Conclusão


Aqui é o lugar de responder algumas questões e vamos começar com a serie de 94 o próprio Wilson já disse que exagerou um pouco no vídeo por fins cômicos a tempos atrás, que sim ela pode ser meio repetitiva, mas é uma serie divertida e sinceramente ele tá em parte bem certo. O mal daquela serie e que abusa de uma boa formula (e tem um episódio nela que aliás brinca com isso), isso é bem fruto do tempo em que ela foi feita (o tratamento a Roll como "garota" metida é bem fruto disso), não é o supre sumo e talvez nem é a melhor animação feita do Mega Man (pessoalmente eu a vejo em qualquer dia da semana, ainda mais com a "abertura lendária" que ganhou aqui do que qualquer outra serie do Mega Man talvez só Star Force seja melhor), mas ela respeita várias coisas do mundo do Mega Man (e só talvez necessite de umas pausas se tiver vendo junto com uma criança pequena pra explicar os vilões mais pastelões que era coisa comum do começo dos 90 fins dos anos 80 em cartoons), pra mim ela ainda é uma das melhores maneiras de apresentar o azulão.


Então respondido quem é o melhor? Mega Man (1994). E qual a melhor animação pra apresentar a "bomba azul"? 1994, Star Force até a EXE e sua dublagem "especial" do Brasil são melhores pontos que isso aqui! Mas vamos ao que falei longamente coloquei aqui. Potência Máxima e a serie errada pra fãs de Mega Man de longe e pro vários motivos. Muito disso vem por causa de distorcer mitos da franquia e ainda conseguir fazer pior que qualquer outra produção de Mega Man que eu conheça (e olha que eu conheço umas cinco...).


Dou a ela a nota 2,0, esta serie do Men Of Action é errada em vários níveis do Marketing, a direção, a animação, entre outras coisas , só fica com um dois por ter tido alguns episódios bons e outros poucos que são engraçados de um jeito totalmente tosco de ser. Mas boa parte do começo, o mega mini e outras coisas deixam a serie quase impossível de se gostar ou recomendar, de longe é uma das piores coisas a chegar no Brasil (sério só ver o histórico dela nos Estados Unidos e ver um trailer dos 52 episódios. É sério! A serie tem um trailer por episódio! Pra saber que isso era uma Mega bomba! Mas acho que como sempre alguém na globo viu Mega Man no título deu o dia como terminado e achou que comprou algo grande.


Deus do céu! Essa serie é terrível! Se quiserem ainda assim ver? Recomendo verem qualquer episódio com o Norman ou alguns episódios das casa dos 40 que são menos terríveis. A outra opção é ver desarmado de qualquer expectativa, sendo ou não fã do azulão, só senta assista e curta o show tosco na sua frente, e fique se deliciando com essa aula mestra de como não se fazer uma serie infantil!

Disponibilidade: No canal infantil Gloob passando nas madrugadas nos horários de: 00:20, 00:35, 00:45, 04:15 e 04:30, sendo nas Terças a Sábados na faixa das 4 da madruga e Domingo e Segunda na faixa da meia noite, mas é a Gloob assim como a Globo quase nunca cumpre o horário e nem segue o episódio que tá na legenda da operadora. o que leva a alternativa os aplicativos dos canais globo no Now, web (via Globo Play) e Vivo que dispõem da serie completa, mas aviso que tem episódios com a sinopse errada, só alertando.

Vocês não contavam com o Mega Mini! O verdadeiro Vilão dessa serie!
Estou muito desconfiado que os Iluminati me seguiram! Mas me digam o que houve nesses anos todos? O que vírus C..., senhor B..., movimento anti v... vou voltar pra minha floresta que é mais calma e tranquila! E tem menos teorias da conspiração!!!

Trailer

Links Uteis

Mega Man Potência Máxima no Wikipédia (em inglês)

Mega Man Potência Máxima no IMDB (em inglês)

©2019 por brasilanimecafe. Orgulhosamente criado com Wix.com