• Senryu

Heallin` Good Pretty Cure

Atualizado: Jul 10


Bom este não é meu primeiro "rodeio" no assunto Pretty Cure. Já falei de Glitter Force e Glitter Force Doki Doki que foram as tentativas da Saban em ajudar a Toei a trazer a grande franquia Pretty Cure pra o ocidente é o projeto foi tão mal que a própria Toei recomprou a franquia e assumiu as coisas já na segunda temporada.


Em nome de uma nova tentativa de se popularizar no ocidente a Toei procurou a Crunchyroll (que lançou algumas temporadas antigas de Pretty Cure em seu catálogo no USA). E ambos se juntaram numa nova empreitada mundial, só que desta vez eles evitariam qualquer adaptação ou só "trazer" series antigas e dariam exatamente o que os fãs demandaram! A serie mais recente e somente legendada. A "primeira" serie do projeto? Heallin´ Good Precure (que aliás quase se chamou: Cure Touch Precure, a ideia só foi descartada porque o nome teria uma repetição da palavra cure duas vezes), uma serie que foi montada sem nenhuma alteração visando o público internacional, só seguiriam o mesmo "estilo de sempre" que é se ater ao tema da vez (que foi sentir bem) e misturar novas e velhas ideias (fato engraçado, de certo modo ao lançar tiveram suas duvidas e trouxeram em paralelo a serie Kira Kira a La Mode Precure (que é de 2017), então tecnicamente Kira Kira, foi a primeira serie completa da franquia Precure a ser exibida por stream com legendas no Brasil, mas Heallin´ Good foi a primeira em transmissão simultânea dentro desse acordo a chegar no Brasil e em boa parte do mundo). Só teve a questão que... foi de longe a produção mais azarada de 2020 e vou dar alguns "dados" que comprovam isso:

  • Foi a serie mais curta da franquia com 45 episódios (numa franquia com média de 49 episódios, a outra serie mais curta foi a terceira serie da franquia com Max Heart com 47 episódios).

  • A primeira temporada a não ter um episódio de natal.

  • A primeira a não ter nenhum "pulo de tempo" de nenhuma espécie desde da primeira serie da franquia que também não teve nenhum.

  • Foi também a serie a terminar mais "tarde" (começou em 02/02/2020 e terminou em 21/02/2021 passando do um ano no ar!).

  • A única a não ter um filme "próprio" lançado durante o seu tempo no ar (mas como o filme delas foi adiado, a Toei deu um "jeitinho" delas aparecem no segundo filme de Star Twinkle Precure que já estava em produção antes).

  • A única serie da franquia a ter uma pausa devido a crise do vírus C de 20/04/2020 a 28/06/2020; o que meio que gerou tudo isso aí de cima em cascata...e muito mais.

Fonte: Heallin Good Precure Wikia


E vocês meio que ficam cientes do rabo de foguete em que a produção desse anime se meteu... Com tantos problemas e um tema que em parte lida com saúde (saindo no meio de uma crise global de saúde...); vale a explicação, oficialmente o tema é se sentir bem! (bem genérico não...) Mas queriam tratar dentro dele de temas como vida saudável e meio ambiente. E com a crise a parte vida saudável foi praticamente pro ralo, pois afinal era de mau tom falar disso em plena uma crise médica mundial.


E se nota claramente que abandonaram uma penca de ideias e tiveram que retrabalhar outras (e olha se fosse pouca coisa nem faria lista, mas no fim não foi pouca coisa, o que me não me deixa dar licença pra escapar e puxa a minha "maldade" pra listar). O que leva a serie a ser o que foi.


Então vamos aos meus pontos pra lhe passar o que achei de bom e o que achei Healling Goodbye! dessa serie (não pude evitar a piada, pois essa "trope"/metáfora elas herdaram de Power Rangers e da "sabanização" de Gliter Force)


Foi Bom

  • A abertura e os dois encerramentos são os principais destaques das musicas dessa serie, mas ela é recheada também bons temas musicais por toda ela.

  • Vou dar um chute pela abertura e o encerramento; eu devo pensar que a ultima ideia deles foi "incorporar" os parceiros em varinhas!? (principalmente pelo fato que Asami não faz isso e nenhuma das series anteriores teve varinha quanto mais um ser vivo incorporado nela). E sinceramente nesta serie em si foi uma ideia fabulosa! Dava expressividade aos parceiros, mostrava o esforço deles ao lado das meninas e era uma forma deles falarem diretamente com elas, o que em "outro dia" poderia ser uma senhora ideia de jerico, foi aqui um toque genialmente executado.

  • Heallin Oasis é ao mesmo tempo um dos mais simples e um dos mais visualmente belos "finalizadores" da franquia, ao ponto de ser "lembrado" na abertura (além da musica que o engrandece, não precisava vir tão cedo, mas foi bom enquanto ficou, pois o seguinte...).

  • E uma serie em que a decisão do roteiro em focar nas garotas vale bastante. Posso dizer que ao menos pra duas delas valeu muito e foi fabuloso. Vou começar pela principal a Cure Grace/Nodoka, pra começo de conversa ela é bem diferente de qualquer "cure" em suas origens uma menina que conviveu por boa parte de sua vida com uma doença grave e altamente debilitante e depois de curada vai pra uma cidade nova (Só o roteiro resolveu convir que a doença era um patogênico que gerou um dos vilões da serie é nunca desenvolveram além disso, pronto joguei pra fora a maior burrada que fizeram com ela, não precisava do exagero de "minha doença" literalmente criou pernas e virou um mau dominador mundial!!!). E se vê durante a serie que ela tem limitações físicas (não é diretamente falado, mas sim esta é a primeira cure com algum grau de deficiência física da franquia), que ainda sofre tanto física e psicologicamente com o que passou e ela com coragem vai reconstruindo a sua vida e superando suas fraquezas com esforço.

  • Já a Cure Sparkle/Hinata, eles conseguem fazer um balanço fabuloso entre a honestidade brutal dela é o jeito meio curioso e "interesseira" (aliás a serie faz um trabalho excelente pegando esse agir só pelo interesse e vai fazendo ela mesma notar o quanto isso faz mal a ela e as pessoas em volta e aos poucos ela melhora sem deixar de ser quem ela é), foi a minha cure favorita dessa temporada por causa da honestidade e da coragem.

  • Até o episódio 19 a serie tinha um bom ritmo e apesar de falar quase nada sobre saúde dava aguentar o tema do meio ambiente (o problema e que NUNCA DECLARAM que cuidar do meio ambiente ajuda a melhorar a saúde e fica algo que como vou dizer é uma mensagem implícita e quando se vencia era sempre na base da capacidade das meninas de se unirem ou de terem treinado pra serem cures melhores). Só que no 19 me vem a Asami é o tema meio ambiente vai ao desastre e as lutas ficam fáceis demais, vou explicar mais depois.

  • Geralmente as "fadas" ou parceiros das cures são os calcanhares de Aquiles das series, sendo tudo do mesmo jeito (maquinas que gritam e choram que querem cumprir as suas missão, que não mostram lado algum além de choramingar e lamentar) e que maravilha que aqui aprendem a lição e até o chorão do Pegitan tem personalidade é tem seus sentimentos e perspectivas desenvolvidos na serie, todos são bem desenvolvidos com destaque pra Rabirin que começa tão focada na missão e tão egoísta pro resto, que nota com o tempo que tem que levar os sentimentos da Nodoka em consideração e vai levando uma parceria que com o tempo as duas começam a notar os problemas uma da outra sem nem falar; aliás a fala dela sobre um determinado patogênico no fim da serie é genial.

  • Os episódios 12, 13 e 25 são os meus favoritos. Vamos começar pelo 12, lá temos as cure querendo melhorar no que fazem e ao mesmo tempo temos algo bem raro com a Hinata pondo justificativas bem certas de porque devo arriscar minha vida por pessoas que nem conheço? E deixa bem claro os riscos que elas correm. Tudo desenvolvido num bom episódio duplo com o 13. Já o 25 é um "dia de azar" do Pegitan e temos um ótimo desenvolvimento de um parceiro!? Fadas e parceiros são geralmente bem largados e unidimensionais na franquia Pretty Cure e temos um episódio de dedicado a só um deles sem quase ter lutas e que não é chato!

Foi Mediano

  • Olha as transformações em Pretty Cure sempre foram algo que apostam mais no processo pra roupa final. É aqui? É a serie em que isso é mais meh possível. E pra um Mahou Shoujo e um mal sinal tirando a Cure Sparkle as roupas são simples demais ou sem graça demais (como as "V2" das roupas no finalizador tratamento de emergência) e a sequência de transformação ao invés de te fazer sentir bem, te faz sentir só numa longa troca de roupa...

Não cruzem os raios meninas!!! Da onde vi isto antes com esta mesma pose? Dou umas pistas tem 2 no título, tem tribunal e a frase: estamos de volta!
  • A Cure Fontaine/Chiyu foi uma das vitimas da crise. Sem poderem falar de saúde o plot dedicado a ela foi praticamente um samba de uma nota só repetida quatro vezes (nos episódios 8, 17, 32 e 34) é sempre a mesma sequência só pondo ou removendo elementos: Chiyu tem uma trava, ela precisa vencer a trava que está ligada ao hotel ou ao salto em altura, ela encontra alguém que a aconselha, ela vence a trava fazendo isso "descontando num pobre mega patogênico", ela resolve o problema; sendo que este tempo todo fica um tema paralelo de divisão, o porém é que quem fez a pesquisa, se é que fez uma!? Não viu que esportistas tem uma vida "útil" no esporte de 20 pra 30 anos, então posso dizer a não ser que ela morra cedo dá perfeitamente pra ela ter uma vida no esporte e ao se "aposentar" pode ficar se dedicando a pousada, não são dois sonhos distantes e ambiciosos como 4 vezes tentam nos vender, a realidade é são sonhos perfeitamente conciliáveis! E essa teimosia só fez o desenvolvimento dela ser ruim e bizarro!? Pois tentam vender uma jovem responsável (as vezes ao ponto de ser rude), mas que leva uma vida "irresponsável" dividida!? O que é cômico comparar a Chiyu do começo que vivia pressionando a Hinata pelo seu jeito relaxado e sua "divisão" entre levar uma vida normal e a de cure e vinte episódios depois ela fica "relaxada" pois pode levar os dois sonhos "impossíveis" juntos e detalhe não sem antes dizer que ia faltar a uma competição, não cancelar a inscrição e aparecer na competição aos 45 minutos...Mas esqueçam tudo pois é a Chiyu a menina "super responsável". Vendo a Chiyu do fim? Faz a Chiyu do começo parecer hipócrita...(talvez o grande problema aqui e que não souberam lidar com a "motivação" dela de levar tudo que faz ao máximo de dedicação e junto num plot de "divisão de futuro", que sinceramente não precisava ser assim...)

  • Olha já vi vilões piores em Pretty Cure (com uma serie tão clichê ao ponto de usar o eu sou seu pai é o resto ser literalmente os empregados dele) é isso aqui escapa um pouco da ruindade pelas personalidades dos vilões em si. Daruizen, Shindoine e o Guaiwaru não são nada impressionantes, mas são bem marcantes nas suas personalidades de começo e a liberdade de quase não aparecer o rei patogênico ajudava a eles crescerem na serie e não doeria se a "Shin" ou o Daruizen roubassem os holofotes, mas o que houve foi bem pior e vou falar depois...

Foi Ruim

  • Tratamento de Emergência é um finalizador tão sem graça, ele tenta passar o mesmo "impacto" do Healling Oasis, e nossa como a musica tenta ajudar, mas as poses, a "injeção de prótons" e o disparo matam toda a graça...(e devo lembrar que assim como a Asami foi algo que veio de "graça" é isso ajuda menos ainda).

  • Acho melhor começar pelo listão de temas jogados no lixo como: saúde? (saúde que saúde!? As coisa se resolvem "magicamente" como a recaída da Nodoka, basta gritar eu te amo até os seus pulmões saírem do corpo e fazer isso num circulo de mãos dadas; tudo no mundo é falta de gritar eu te amo..., só posso dizer que o mundo não funciona assim é essa foi uma lição horrenda), Cure scan o que é isso? (Este recurso foi usado até o ponto do enfadonho, consistia em localizar o elemento e o salvavam ileso com seus finalizadores, mas no fim da serie? Só disparo e elemento salvo. O que leva a pergunta? Se podiam fazer isso desde o começo? Pra que faziam cure scan todo o santo episódio? É no fim foi só fazer rajadão e não pergunte!!!), doença? que doença a Nodoka tem??? Ela é uma menina totalmente normal! Viram ela não aguenta mal dar dois passos, se cansa fácil e ficou uns cinco anos no hospital como qualquer pessoa normal! (essa é mais vergonha na cara da serie inteira, eles desde do começo colocam a preocupação dos pais e o quanto o que ela passou a definiu como pessoa, criam todo um clima pra isso pra no fim ser um dos vilões "nasce" dela e literalmente resolveu criar pernas e se mandar. E com o plus de ela magicamente ficou curada! E nunca vamos falar que ela ainda sofre consequências desse tempo internada. Da serie de "soluções fáceis" de toda a franquia Pretty Cure tem!? Esta? É a mais idiota, patética e ofensiva a quem vê a serie...e ainda tem toda uma relação com o vilão que...), Oi mãe posso "alugar a sua casa"? Aproveitando pode também me dar uma grana? (existem mil maneiras de se tratar um ser que nasceu de "você" e suas relações, pode ser como fosse familiar, simbiótica ou um estranho; a decisão daqui!? Tratar como um familiar tóxico e fim de papo, o que perto de outras decisões!? Isso aqui é fichinha), Chiyu você tem outros interesses? (não obrigado vamos manter ela nos mesmos dois assuntos) e as duas ultimas merecem uns destaques próprios que são Asami e o arco final.

  • A desculpa que a Cure Earth/Asami não tava programada pra entrar na serie? Não cola, pois ela tá na abertura desde do episódio um e ainda é citada no episódio 14. Já o que tinham pra ela? Vai meu chute: A ideia original era que ela foi uma grande terapeuta musical que curava as pessoas e animais com sua harpa, daí surgiu um grande mal e ela e a Teatine se unem e conseguiram vencer ao "custo da vida" da lendária Pretty Cure que virou pedra (na realidade todo mundo pensa que morreu, mas "só" virou pedra), daí a ideia original seria a Rate curar a Asami e ela seria um "paralelo" com pessoas que ficam muito tempo internadas e tem problemas pra se adaptar ao tempo que passou, além da "ferrugem" do corpo, mas fazer isso em plena crise do vírus C que deixa as pessoas meses em hospitais e as debilita, não ia ser uma boa lembrança...Então a solução genial! Teatine reza é a Terra literalmente faz brotar um "clone" da lendária Pretty Cure que salva a Rate e se torna parceira da Rate como a Cure Earth e nossa que conveniente! Então deixa eu tentar. Terra que quero um Gundam Exia "pilotável" e em escala real! Dá pra mandar aí? É mais uma vez não é assim que vida funciona, acrescente o fator que ela é tão disparadamente mais forte que as outras três juntas! Que torna as lutas chatas até inventarem Power up pros vilões pra lidarem com isso (e nota na maioria das vezes não funciona), mas acho que a pior coisa dela é o fato de quando ela sente qualquer sentimento negativo ela começa a desaparecer!!! Numa serie onde os inimigos ao infectar alguém causam depressão (traduzindo a minha bronca era a Cure menos indicada pro plano doido do fim da serie; mas com alguma lógica medicinal). A parte dela ser como um "adulto recém nascido"? OK! Eu até engulo, pois como disse, eu "leio" como a ideia original era de alguém há anos sem conhecer o mundo é o que foi feito foi uma "adaptação disso" e isso de longe é bem mais aceitável do que a "limitação" do sumiço sentimental que substituiu as limitações físicas por falta de uns 100 anos de exercícios...Não sei o que é pior na franquia? você Asami? Ou o qualquer um pode ser Pretty cure do Hugtto??? (vocês meio que notaram um padrão? eu explico, só considero duas series piores que Glitter force...na franquia Pretty Cure e são Kira Kira e Hugtto).

  • Ei como se faz um fim tão ruim? Olha é bem simples bate todos clichês que você conhece, junta com bastante fatos do passado da franquia e as pessoas vão pensar que são easter eggs e não preguiça pura! Daí copia, só não faz igual, com um discurso no chefão final e tudo fica ótimo! Já fizemos tantas vezes nesses anos de Pretty Cure ninguém vai notar! E nossa como dói esse arco. Eu posso te garantir que esta serie antes desse arco leva uma nota 7 fácil, mas esse arco arrasta a serie num bueiro que não se tem como negar que isso afeta a avaliação como um todo. Por onde começo? Por citações temos o fim falso de Smile Pretty Cure, junto do pra que matar capachos? Se o chefão faz isso pela gente meninas! Vamos tirar férias e depois voltar, vindo de Doki Doki, vilão multi forma de quase todas as series; parece lição de casa de Pretty cure monte um chefão final de vídeo game só que na maioria das vezes sem a mesma graça, ainda adiciona um respiro grátis no meio da luta final quando podia matar todas feito uma barata de Smile é a única coisa nova daqui? É algo que não se paga com o "sacrifício da Asami" que até tem uma lógica terapêutica (que poderia ter sido mais facilmente explicada, mas sabe como é tem de evitar de falar de um certo tratamento pois tem país que o evita...e se tem uma tarefa dificulta), mas no fim isso vira algo inútil e pior sem consequências, mas sabem o que é efetivo!? Um discurso junto do poder da "genki no discurso no jutsu!" E de novo o discurso e a força de todos salva o mundo com em Doki Doki....e sabem do pior? A coisa não acaba aqui! Se tem um episódio que se fosse antes seria super útil sobre o Jardim da Cura, pois preconceitos existem até mesmo no jardim da cura e todos não pensam igual, mas isso não é nada pra serie pois temos que correr olha a Rate literalmente bombardeou uns patogênicos cuspindo uma Árabe Bomba! (antecipo desculpas a Ai Farouz pela piada, mas não pude evitar) pra promover a próxima serie e pras coisas se resolvem dão um adereço pra desculpar as Heallin´ Good Precure aparecerem no próximo filme das Tropical Precure e vida segue.

Conclusão


Isso vai ser longo e complicado...mas vamos lá. Com toda a certeza esta serie teve problemas bem sérios com a crise é até o episódio 38? Dava pra dizer que lidava bem com alguns problemas pois tirando a Asami? Nada era muito grave quanto aos problemas de roteiro, se tinha um elenco principal interessante, os vilões a gente não sabia pra onde ia esse "caos", mas ajudava aos episódios não ficarem só numa formula e apesar que depois da entrada da Asami ajudar as coisas a ficaram mais "mágicas" e não mais por benefício de esforço, ainda dava pra dizer que tínhamos um show recomendável.


Daí me veio o arco final e tivemos tudo de pior em Pretty Cure junto num arco só com histórias clichês, personagens principais são dispositivos imortais não importa a burrice que façam, vilão mais vazios que o seu bolso no fim do mês...E mais uma vez o vilão é "baleado" por um discurso de todos e fazemos o finalizador final.


Bancando o advogado do diabo e lembrando algumas coisas que já falei antes, certos elementos mesmo sendo repetidos dão certo, pelo contexto do uso, Aqui vai ter uma pancada de exemplos. Mas em Smile o "fim falso" é esperto por quebrar a serie em duas e vemos como os subalternos se comportam sem ter o chefe por perto e além disso quando o "chefe" volta ele traz novas lacaias, em Doki Doki o discurso dá certo por causa da protagonista, e quem ela é! A personalidade que ela tem é ainda por metade da luta ela realmente estava levando a vontade de todos como "poder extra". Hugtto não "doía" a falta de "lacaios com atitude", porque o vilão principal tava sempre "orbitando" a trama. E bom as múltiplas formas do chefão final isso a franquia tem que melhorar, mas notem que as coisas tem processos e contextos coisa que esta serie não tem, as coisas só acontecem e isso no final foi quase como se os escritores abandonassem a serie, pegassem um computador e ele taca-se coisas aleatórias que aconteceram na franquia!?


E isso piora coisas de antes como a Asami, a montanha de temas não falados, modificados ou abandonados. E isso é triste pois antes do arco final era uma serie do tipo vale a pena dar uma olhada, mas a após esse arco final?


Não posso dar uma nota maior que 5,5; aqui aposta nas personagens e por um tempo até que as coisas funcionam e são criativas no andamento, mas do 20 em diante se tem mudanças que só pioraram o show e quando entra no arco final? Deixam ela quase impossível de se ver, fica difícil recomendar uma serie dessas e olha que esta deve ser a serie que falo primeiro evite com a nota mais alta!


Se quiser ver? Veja o começo é a melhor parte dela. E se gostar? Se aguente até o 39 e imagine um fim, pois o que tem aqui é horrendo. Não tivemos nessa "primeira" jornada muita sorte, mas vamos ver o que o futuro nos reserva; ao menos é um avanço quanto a Glitter Force.

Disponibilidade Crunchyroll legendado em português

C.... porque você mutilou a minha serie?
Nada melhor que sair com as amigas!

Trailer Nodoka

Trailer Chiyu

Trailer Hinata

Trailer de o fim de uma jornada de um ano de remendos...ou também chamado de Healling´ Good Precure movie: Yume no Machi Kyun! Tto Go Go! Dai Henshin!

Links Uteis

Site oficial de Heallin´ Good Precure (em Japonês)

Site da TV Asashi pra Heallin´ Good Precure (em Japonês)

Youtube oficial da franquia Precure (quase tudo em Japonês)

Heallin´ Good Precure no MAL (em inglês)

Lista de episódios no Wikipédia (em inglês)

Heallin´ Good Precure no Wikipédia (em inglês)

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Banner.png
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram