Gundam Seed HD Remaster
  • Senryu

Gundam Seed HD Remaster

#gundam #GundamSeed #seedhdremaster #sunrise #anime #brasilanimecafe

Originalmente publicado em Makai Knights em 01/06/14

Com um belo atraso eu estou aqui com meu review da franquia Seed, mas antes dos meus prós e contras vou contar algumas curiosidades sobre a série e também sobre a minha decisão de comentar em separado a franquia Seed (vou ser sincero pra mim era muito mais fácil e tranquilo comentar as duas num só post, mas o prejudicado com isso seria você leitor; eu várias vezes e me peguei pensando em fazer o caminho mais fácil; eu teria que fazer só uma pesquisa, escreveria menos, focaria nos pontos comuns, mas me decidi em fazer o que é melhor pra você, que é comentar em separado, pois para mim as duas são como "entes separados" ou melhor dizendo são duas maneiras diferentes de contar uma mesma história).


A franquia Seed tem uma má fama entre os fãs da franquia pelas péssimas animações (além de entre outros defeitos; eu mesmo já havia assistido a versão DVD e cinema de Seed é a TV, cinema e DVD de Destiny), por isso resolvi nesta avaliação pra dar a melhor chance possível pra franquia que resolvi usar como base a versão HD Remaster (o que me levou a ver mais uma vez ambas as séries); sobre o revival a Bandai tinha várias razões: o aniversário de dez anos da franquia Seed, aproveitar pra comemorar uma das séries que mais vendeu no home vídeo da franquia e também era uma das poucas séries principais não convertidas pra alta definição e a Bandai/Sunrise aproveitou a chance para corrigir várias coisas na animação e na continuidade em si (entre as novidades estavam reanimar diversas cenas, colocar uma ou outra cena nova e ainda não perderam a chance de colocarem aparições de personagens de Astray, além dos MS de Astray e personagens de Destiny e cortarem dois episódios de resumo; leia-se o 14 é o 26; que ficaram de fora da exibição de TV e do Youtube, mas foram incluídos nos Blu-ray e DVD do HD remaster; aí fica o vacilo da Bandai Visual, o que nos leva há uma confusão no número de episódios pois na versão TV foram cinquenta é os títulos dos episódios estavam numerados como fases!, No HD remaster são quarenta e oito e tem somente os títulos sem a presença dos números! (fica uma dica fácil de diferenciar um do outro!).


A intenção inicial da Bandai/Sunrise com esta série era fazer um grande remake das franquias U.C, mas seguindo mais ou menos o ritmo "normal" de produção; que era desde a saída do Tomino, que era o seguinte a Sunrise/Bandai entram com uma proposta básica (neste caso era uma "modernização" na era U.C), após isso contrata um diretor e um roteirista, os quais ambos dão o ajuste fino da proposta, a questão é que desta vez...contrataram um "amigo" da diretoria: Mitsuo Fukuda como diretor/co-roteirista e Chiaki Fukuda (esposa de Fukuda) como roteirista (o futuro desastre provocado por isso os levou nas séries seguintes à repensar todo o método de produção, só pra terem uma ideia básica do desastre interno provocado por eles).


A ideia do casal Fukuda pareceu muito boa no papel, que era colocar diversas situações lembrando as séries da U.C e usar elas como inspiração, mas fazendo algo com história e personagens novos e com isso fazendo algo moderno, mas preservando os originais da U.C, o resultado disso é a franquia Seed! Que hora me vem com momentos geniais de ação e personagens memoráveis, hora me vem com momentos de cópia carbono constrangedoras...


E pra quem pensa que as turbulências de produção (que são famosas até hoje) começaram em Destiny (onde tinha muita gente da equipe de produção protestando abertamente em fóruns e rede sociais sobre o ritmo "insano" de produção), saibam que os problemas já começaram aqui! Já em Seed; vale mais um momento de curiosidade; sabiam que o Destiny Gundam era para ser o gundam principal dessa série é por consequência o MS do Kira no fim da série! Mas ele foi reprovado em testes de animação DUAS VEZES!!! Devido a persistência do Mitsuo em manter o roteiro como estava mesmo com as reprovações, ele acabou levando a produção a ter que fazer de "ultima hora" = "leia-se" com menos de três semanas para os episódios irem ao ar; a terem que "remodelar/modificar" diversos episódios e ainda terem que criar de ultima hora "dois episódios extras de resumo" (os episódios 24 e 25 que detalhe no HD Remaster são praticamente refeitos!) não planejados para ganharem tempo para implementar o replanejamento da série (para terem uma ideia o arco polar ia ser totalmente diferente, originalmente lá seria onde o Kira voltaria a Terra com a ajuda do Ysak que ganharia teria o Freedom como MS e teria uma missão dada pela Lacus!? pra ajudar o Kira à roubar o Destiny da O.M.N.I (pois seria o "destino" dele de parar a matança...); que seria o "upgrade" da engenharia do Strike.


Vou explicar melhor tudo nos prós e contras; mas vocês irão ficar sabendo como uma receita para o desastre acabou sendo (na sorte em maior parte na minha opinião) numa das melhores maneiras de se introduzir alguém ao "universo da franquia gundam".


Foi bom


  • A série é uma das que tem as melhores atuações do elenco de vozes desde dos dubladores de Kira, Athrun, Mu la Flaga/Raul La Cruze (sim o mesmo dublador fez os dois!!!, que aliás na franquia original dublou muitos outros inclusive o Char Aznable do Gundam original), até mesmo o elenco secundário deu um show também como as dubladoras da Lacus e Cagalli, todo elenco ajudou a dar muita vida aos personagens! Até em momentos em que o roteiro não ajuda (como o relacionamento de Kira e Lacus).

  • Ótimas cenas de ação; esta podíamos definir como a série com melhor ação da franquia, o roteiro em si tem altos e baixos, mas à ação sempre será boa, isso é garantido direto nesta franquia!

  • Para mim a melhor trilha sonora da franquia da franquia é Turn A, mas em Seed (principalmente Destiny que não fica muito atrás de Turn A), vai encontrar o fino do J-rock e do J-pop; tendo de tudo desde o TM Revolution que participou ativamente na parte musical com aberturas e musicas incidentais a até o J-pop mais emocional, além de aqui ter a segunda melhor musica da franquia para mim com Find The Way.

  • O inicio é sensacional, simpatizamos logo por Kira e Athrun (apesar da falta de esforço em mostrar melhor os elementos da amizade dos dois no roteiro, ele consegue te situar bem rápido nos dois lados do conflito e você tem o cenário geral muito rápido), simpatizamos com as pessoas dos dois lados e com o cenário do conflito (uma guerra "racial" entre naturais e coordinators = pessoas com genes alterados antes do nascimento, o que no fim se assemelhava com as guerras da Iugoslávia que havia recém terminado na época), as situações de ação vão indo numa escala crescente muito boa, mas num tom mais como vou dizer no tom até realista, até mesmo alguns personagens secundários com atitudes questionáveis como Ysak é a Flay, acabamos no fim simpatizando com eles por entender o contexto de suas ações.

  • Introduzir aparições do pessoal de Astray (principalmente da Shiro Honeyfuss que é uma personagem muito ligada ao Ysak pós a luta no deserto no mangá) é outro toque bom e esperto, além de saber colocar o pessoal de Destiny nos momentos certos, isso deixou as séries é o mangá com uma ligação mais orgânica e fluída como nunca houve na franquia.

  • Os detalhes mecânicos impressionam como ver as armas do Freedom fumegando depois de uma saraiva seguida de tiros!

  • A cena final (cuidado Spoiler dos grandes, pule este item se quiser e vá pro que foi ruim) com o Kira flutuando no espaço ao som som de The Find The Way, pensando no que fizeram ali naquela batalha e logo depois Cagali e Athrun chegando é um dos momentos mais poéticos e emocionantes de toda a franquia foi um fecho de ouro para esta série (bom um aviso, no Remaster em BD, você tem duas opções com o ultimo episódio fechando como na TV ou nos extras com a cena da praia do Special Edition, aliás esta versão só foi exibida no Youtube).

  • Jogar no fim o Raul como um "louco" psicótico que só queria ver o "circo pegar fogo" e ver uma guerra total de extermínio entre naturais e coordinators foi uma jogada arriscada, pois é algo que já vimos várias vezes e normalmente isso cai no ridículo; mas a atuação do dublador é a situação final? salvaram a trama e acabou sendo algo genial pra série (para mim foi o que salvou do patético o plot final e tornou Raul num dos melhores vilões da franquia).


Foi ruim


  • Uma coisa é irrefutável nesta versão HD; o fato que a animação melhorou muito! mas não quer dizer que ficou ótima do dia pra noite, muitas cenas foram refeitas e ficaram ótimas (como a morte do Nicol que ficou mais encaixada na trama e não tão "solta", a luta em ORB e a "pré batalha" em Yakin Duel), mas não alivia coisas muito ruins como ao invés de vemos o mesmo Ginn explodindo 15 vezes do mesmo jeito? Agora temos ele explodindo 6 a 8 vezes...mas em ângulos diferentes.

  • Algumas coisas do roteiro são simplesmente tacadas!!! Não nego que algumas são boas sacadas! mas outras são simplesmente "arrotadas" (do tipo sabiam que a Three Ship aliance tem este nome não por causa das 3 naves principais, mas por que é uma aliança entre as facções Clyne, Orb e Junk Guild!, "vinda" do mangá Astray!); além disso sabiam que um dos principais motivos da briga entre coordinators e naturais é porque coordinators acham que a vida se originou no espaço e devemos nos adaptar a vida nele!? E que Naturais com a tradicional "origem da vida" que todos nós conhecemos pensavam que devemos permanecer na Terra Azul! E sem contar as coisas jogadas para simplesmente como vou dizer acabar com correntes de fãs como a de Cagalli e Kira são irmãos!? Vamos á confusão...em teoria Kira é o coordinator supremo pois normalmente os cientistas não controlam 100% como vão ser os genes, no caso do Kira, ele foi um experimento para que se alguém gerado num útero artificial conseguiria livrar a interferência do útero materno na manipulação dos genes..., só que tem detalhes na série que tornam isso mais confuso que foram jogados como; Cagalli é natural declarada e assumida direto durante toda a franquia; então como ela tem Seed Factor!? (em teoria exclusivo dos Coordinators) e como o pai dela tem uma foto do nascimento dos dois!? Sendo que em teoria Kira foi gerado em "chocadeira" e nasceu no espaço!? Então os pais do Kira que só aparecem uma vez na série são pais adotivos!? É pra piorar que muita coisa do Astray é profundamente ligada a série de TV e vice e versa e acabam passando em branco, o que nos leva à perguntas e mais perguntas sem respostas!

  • Certas coisas ainda no quesito animação ficaram esquisitas como principalmente no Freedom e Justice que hora estão gordos (como no original), hora estão magros (nas cenas refeitas é pior pois tem vezes que isso acontece direto no mesmo episódio ou nas mesmas sequências de cenas!).

  • O arco final pelo amor de Deus, saímos da ação real robot para entrar do nada na super robot onde um lado dá um rajadão e coisas explodem pra tudo que é de lado, sem contar que meio que "macronizaram" o lado politico da trama com a Lacus (com Lacus tentando a paz por suas canções...; me desculpem mas nisso até a Marina Ismail que é uma "porta" em Gundam 00 foi melhor que a Lacus...pois tirando os clipes da Lacus? Eles não desenvolvem muito ela usar a carreira e musicas como "acesso as pessoas" nas duas séries é fica mais como uma citação do que "componente"), sem ter o mínimo de preparação de terreno como a franquia Macross normalmente faz, o que te leva lá à aceitar numa boa algumas coisas, aqui a Lacus entra e sai da trama de paraquedas é fica meio que inexplicável o tamanho do carisma dela (parece mais que ela é uma manipuladora, do que o que tentam vender, que as pessoas lutam pelo carisma dela e a memória do pai dela que apareceu menos ainda!).

  • O Kira que simpatizamos no começo vira simplesmente um robô dentro de outro robô e sem carisma algum, seguindo puramente os fatos e simplesmente levado ao vento pelos acontecimentos! Seu único guia nisso!? Lacus e seu "papo 10"!?

  • Sem contar também que o exagero em algumas situações para aumentar o drama acabam no fim tornando certas cenas patéticas como a luta "final" de Kira e Athrun que termina de maneira que todos acham que o Kira morreu (é o pensamento lógico quando um piloto com a cabine rasgada durante a batalha tem um MS que se prende nele e faz uma auto detonação a QUEIMA ROUPA!!!) depois disso o que temos?...Kira com alguns arranhões largado numa igreja...(OK que explicam num dos mangás como ele é resgatado, mas ele não é o Wolverine para escapar disso só inconsciente e com uns arranhões e nem é Jesus para morrer ressuscitar!!!).

  • Outra coisa melhorada; mas não extinta pelo HD Remaster; é a enrolação em andar a história (outra fama ruim vinda de Destiny), temos aqui uma série ágil e simples até o episódio 30 (apesar dos resumos no 14 e 26) depois temos um período de calmaria até que do 40 até o final vem tudo num ritmo alucinante.

  • A forma de distribuição da Bandai para esta série no ocidente é INSANA!!! No oriente ela passou na TV e tinha a opção de 3 horas pós a exibição na TV se teria a opção de ver no Youtube (somente ásia) por stream; o que seria justo na época era abrir ao ocidente também; já que a Bandai fechou o escritório aqui deste lado do planeta; seria uma maneria de ver e "apostar" se valeria a pena licenciar para estas bandas, mas não, adotou o bloqueio de IP e pior assim como todos os outros produtos dela em home vídeo atualmente, ele já sai com todas as opções "internacionais" (traduzindo legendas em múltiplos idiomas), mas só tem a opção comprar diretamente no Japão; o que isso causa? Simples já sai caro de lá e ainda por cima na "revenda" internacional acaba saindo à preços exorbitantes com os impostos para Europeus e Americanos (que já reclamam muito nas redes sociais, imagina aqui no Brasil!); atualizando a situação, isso foi um pouco aliviado pela liberação ao Crunchyroll de exibir os HD Remaster, mas os discos não devem baixar de preço até que saia outra tiragem.


Conclusão


O Remaster é sua melhor opção de ver a franquia Seed (palavra de quem viu a versão "original" e esta nova "edição"), você vai ver Seed em sua melhor forma e suavizada de seus problemas mais graves (animação e falta de ligação/lembrança com Astray e até mesmo com Destiny), para mim se gosta de ação é a série perfeita para introduzir alguém no universo Gundam, o foco dela é esse ação e nisso esta série consegue entregar o prometido e ainda tem de brinde: ótimas atuações do elenco, uma trilha sonora excelente (uma das melhores da franquia), cenas memoráveis e modelos de kits versáteis! (afinal é Gundam e vender Kits de Gunpla tá na "diretriz" da franquia...)


Dou  a ela a nota 8,0, não é uma série como vou dizer sensacional, mas sim tem boas sacadas no roteiro, bons personagens e um excelente conjunto de cenas de ação, só sinto falta de ter algo que até em algumas das péssimas séries de Gundam tem, que é equilibrar os "elementos do enredo", pois aqui tudo meio que soa como a desculpa pro próximo quebra pau..., a franquia sempre soube equilibrar os elementos com a "mensagem", mas aqui numa comparação meio tosca é como num filme de Michael Bay = ação, ação, ação e uma explicação rápida do porque tudo ocorre! É eficiente no que faz? Sim! Em alguns dos filmes de Bay; é entrega bem o que promete? Sim! O faz muito bem! mas a gente sente que com elementos do roteiro poderia fazer um bom drama aliado à ação? Sim temos a mesma sensação!


Sobre legendas ela se encontra bem fácil a versão DVD legendada pelo MDAN em diversos lugares e no próprio server do sub MDAN, com alguma pesquisa o acha por lá, pois a administração de lá tem certo trauma com este projeto..., o Remaster em si não foi completado por nenhum sub em português, mas se encontra com uma pesquisa cuidadosa em inglês facilmente (atualização tem subs em português mas...tem disponível em meio oficiais).


Se tudo correr bem nas provas eu ainda devo conseguir colocar o review seguinte que prometi; ainda em tempo antes da E3; que é a parada final da franquia Seed (é um lugar da franquia que não gosto muito...Gundam Seed Destiny)

Disponível no Crunchyroll (com legendas em português)

Perfect Strike amontoe todas armas da mochila num kit só e dê o dia como feito!!!
A direita HD Remaster e a esquerda a versão TV note vários retoques que nem sempre foram pra melhor...

Trailer

Dois extras pra descontrair e resumir a situação desta série...(enquanto não sai estes curtas no ocidente vou mante-los pra fins de "comédia", se saírem num futuro lançamento já vou avisando que vou ser obrigado à remover! Por terem sido licenciados!)

Ysak resolve descobrir o segredo do Seed Factor...

Ysak decide resolver as suas diferenças com Atrun e Kira...numa partida de Voleibol!?


Links úteis

Site oficial do HD remaster (versão Seed em japonês)

Site oficial de Gundam Seed (em japonês)

Gundam Seed no Wikia (em inglês)

Lista de episódios de Gundam Seed no Wikipédia (em inglês)

Gundam Guy (guia dos posts comparando a edição normal e a HD Remaster)

0 visualização

©2019 por brasilanimecafe. Orgulhosamente criado com Wix.com