• Senryu

Gundam Build Divers

Atualizado: Set 13

#gundam #GundamBuild #BuildDivers #gunpla #sunrise #anime #youtube #crunchyroll #brasilanimecafe

Gundam Build Divers é a terceira série da sub franquia Gundam build, vinda de uma franquia que não tinha muita obrigação (só vender gunplas!); mas assim tendo antes dela um grande sucesso (inesperado)e uma continuação boa, o que nos leva à perguntar: o que podemos esperar dela?


Pelo histórico acabou criando altas expectativas no público fã da franquia (mais no fã da sub franquia), só que ao ser anunciada a série causou preocupação nos fãs por uma série de mudanças como mudar o cenário pra um mundo virtual, um elenco mais infantil é o anuncio que Masami Obari deixaria a supervisão (cargo que ocupou na série Gundam Build Try) e seria só diretor das cenas de ação, talvez prevendo isso a Sunrise promoveu e lançou a série de um modo diferente!


Fez o anuncio já com um "piloto" pronto que foi exibido online no mesmo dia!, tudo parte de um grande plano de lançar séries prioritariamente em serviços de stream e no Youtube (curiosidade a série chegou a passar com três meses de atraso na TV Tokyo e também chegou a ser exibida quase um ano depois no serviço online da funimation, quando na mesma época saia em home vídeo no Japão).


Vou explicar algumas coisas no que deu certo e errado, mas esta série arriscou bastante mas com o tempo pareceu que se perdeu entre acertos e erros; sendo sincero algumas novidades são boas mas outras...


Foi bom


  • O piloto é excelente ele te passa algo que faltou na série TRY que tinha muitos combates em equipe e as equipes raramente faziam jogo de equipe (ação coletiva), no piloto vemos isso e passa uma vibração de a série não perderia folego mesmo com as mudanças.

  • Excelentes cenas de ação; em termos de ação nada se perdeu! só foram mais espaçadas as lutas.

  • Onde no mundo de Gundam Build Divers está Patrick Colasour?, ao ficar com o cargo de direção geral dessa série, Shinya Watada criou um easter egg interessante e divertido! (a primeira série dessa sub franquia tinha como marca registrada ser uma "Gundam Valhala" pelas várias aparições de personagens de toda à franquia, a segunda ficou lembrada por ter vários momentos que lembravam outros animes em geral, mas esta série teve como sua marca registrada procurar o piloto da franquia Gundam 00 Patrick Colasour pelo cenário como se fosse um onde está Wally/Wado?, é isso no youtube criou posts divertidos! E acredite em mim! mas o post de quem acha primeiro o Patrick está (quase) sempre entre os mais lidos (e curtidos) de cada episódio!, isso em parte se tornou parte da diversão da série!, se desafiar pra achar onde está Patrick?).

  • Volta das referências à franquia gundam principalmente!, algumas são maravilhosas como à uma capa do Linkin Park! (A Thousand of Suns)

Homenagem à capa A Thousand Suns do Linkin Park

Foi mediano


  • Rikku foi uma escolha de protagonista interessante!, por um lado era ótimo ver ele "aprender" e tentar o tempo todo ser um melhor piloto é um melhor construtor!, mas por outro o uso abusivo do fato de ser protagonista fazia tudo andar somente em volta dele! Resultando em que tudo se resolvia de duas maneiras previsíveis! (ou Rikku resolvia a parada ou alguma "máquina truque" do KO-1 resolvia!)

  • Acho que isso não incomodou muita gente, mas não sei se é a fase adulta? (ou a velhice) Mas tem certos detalhes numa obra de ficção que devem ser respeitados! (e acho que muita gente também "acha isso", por isso vou destacar!); nessa série os personagens estão num mundo de realidade virtual e jogando um jogo de Gundam no estilo MMORPG; é sinceramente certas coisas vendo nessa série? Eu achei surreal demais; acho que pra exemplificar pra quem não conhece vale um comparativo!, quando eu jogava "amadoramente" ou de modo mais "dedicado" um jogo, isso me levava à dois comportamentos diferentes quanto à "objetivo"! Jogando "casualmente" em Ragnarock? Eu só fazia eventos em destaque (banner, pra quem não sabe seria o equivalente à evento do mês), não me comprometia com times, apesar de ajudar vez ou outra ajudar alguns amigos, mas sempre nunca me comprometendo, só ia pra pegar um item em destaque que me interessava é só!, isso é o que "chamaria" de comportamento casual num MMO, já jogando Destiny? Eu fazia parte de uma "guilda" e muitas vezes jogava pra obter um equipamento poderoso! ou uma skin maneira e as vezes só logava pra treinar pra uma missão ou raid que só faria "para valer" uma semana depois!; isso é o que chamo de jogador "profissional" ou hardcore, você nota a diferença de "objetivo"? Com falta de pesquisa é fácil confundir os dois!, mas eu diria o que faz a diferença de um do outro? É que um não tem foco e veem buscando algo mais pra diversão ou ocasional no jogo! O outro é apaixonado e volta várias vezes pra jogar mais e de modo mais constante e sempre está procurando algo pra "grindar"/"juntar"! (desde um capacete bacana! ou aquela "poderosa bazuca!" ou procurando um simples easter Egg); me desculpem a delonga na explicação, mas isso leva à algo que incomodou profundamente nesta série!; numa série que supostamente deveria seguir um time online profissional!? temos um time fazendo? coisas casuais!? Isso demonstra uma clara falta de pesquisa de quem fez a série que se reflete no caminhar da série e só se agrava com o tempo!

  • Os designs de mecha da série foram um dos mais fracos de toda essa sub franquia (é pra algo que tem foco em gunplas, isso é um problema grave pra companhia) tem alguns modelos que se destacam como Seravee Gundam Sheherazade, Gundam Jiyan Altron, Gundam Age-2 Magnum, Galbade Rebake, Astray No Name; só que pra cada maquina boa tinha umas variações sem graça do Gundam 00 (Sky, Diver, Diver Ace e Sky Heavy Weapon) e do Impulse...


Foi ruim


  • A trilha sonora que foi um ponto forte nas outras séries mas aqui foi bem fraca!

  • Pra uma série de time!? O time principal foi esquecido pacas!, que me lembre um episódio dedicado ao Koichi (no qual se usa "perseguição abusiva infantil" pra convence-lo a entrar no time!? e de resto ele se limita na série inteira a ser o fabricante de coisas que precisamos pra vencer), um episódio "dedicado" ao Yukki (dividido este episódio em um terço com parte do mistério da Sarah que não tinha nada haver com ele é outro terço com um rival do Rikku...), três episódios focados na Ayame (é só nela, porque!? bom temos que vender figurines!!!) é o resto se resume a Rikku (principalmente) e Sarah, é a coitada da Momo passa a serie quase toda como alívio cômico é delegada ao canto...o time principal é muito mal desenvolvido!

Temos que vender Figurines!!!
  • A série sofre de sérios problemas de estrutura de roteiro!, pois começa sem foco (quase se como quisesse só vender o mundo! como se fosse baseado num jogo real!? OK se tivesse um jogo! Mas isso em teoria deveria vender gunplas e ao menos fingir te vender um time de jogadores sério! Mas a falta de objetividade no começo é grave) e ainda tem um final corrido (é um meio "vazio") e com o agravante de ter um mistério muito mal colocado! (aqui começa meus problemas com o mistério da Sarah, pois como posso dizer sem contar tudo? Veio de qualquer jeito! Aliás se for ver bem no começo da série ninguém se questionava de onde ela vinha?, porque coisas estranhas aconteciam próximo dela?, só quando foi conveniente pro roteiro é que as questões vieram à mesa; este é o problema mais grave!; o menor problema pra mim é que na internet se tinha teorias bem melhores sobre o que era a Sarah? Que iam desde um NPC abandonado que criou ser ciência!, passando pelo "isekai" de sempre (alguém em coma cuja a consciência ficou presa no jogo, bem o de sempre de Sword art online e .hack...) à até teorias que era uma hacker!, mas a revelação final é a coisa mais sem graça e absurda possível!).

  • O foco infantilizado fez a série se enfraquecer muito!; mas aí mora uma questão que só esta sub franquia tem!, as séries anteriores de algum modo conseguiam agradar há mais de um público! (Try é uma ótima série pra adolescentes e adultos que adoram shonen!; a primeira série Fighters foi uma série que utilizou perfeitamente o sistema Pixar, que é agradar a família toda!, tem algo pra cada um da família!). Mas Divers é como aquele aluno que tira cinco tá satisfeito com isso e vai se manter parado na zona de conforto! (confrontar isso com as séries anteriores que se esforçaram mais e alcançaram mais pode ser covardia!? Mas é o ambiente que Divers está!, em suma é uma série que faz o básico pra agradar as crianças e esquece o resto!, mas isso nos leva à questão de qual é o objetivo da sub franquia? bom, sempre foi as crianças!, mas isso me leva à outra questão que geralmente quase executivo nenhum faz! o que fez esta franquia ser efetiva nesse objetivo? A minha resposta são duas coisas! Paixão! E falar com múltiplos públicos! Aliás esse segundo eu acho fundamental pra vamos dizer quebrar a resistência da carteira de muitos marmanjos e também muitos pais!).

  • O problema mais grave eu acabei deixando por ultimo! É algo "polemico"! Desde que esta sub franquia surgiu se tinha sempre em fóruns ou rede sociais por aí uma discussão em comum? Por que ter danos reais nos Gunplas? Eu sempre respondia que isso passava o perigo é também a paixão pelo hobby e sempre justifiquei com as corridas de automobilismo pois mesmo com toda a segurança é um esporte em que as pessoas se poem em risco de vida! E porque elas se arriscam? porque fazem manobras ousadas que podem resultar numa batida ou em dano? É pela emoção e competitividade!, mas esta série resolveu eliminar os danos reais da formula da série! É o resultado disso? Não sentimos perigo! Não sentimos ameaça aos personagens e nem um "motivo" pra se evoluir suas máquinas!; aliás ironicamente o melhor episódio da série foi Astray No Name Versus 00 Diver Ace (o episódio 13: Duel) em que os danos eram reais!, foi o único momento da série que passou perigo, consequencia é emoção juntos! O resto foram um monte de falsos perigos ou de perigos forjados! misturados com emoções pra lá de forçadas...


Conclusão


Esta é uma série que não passa realidade no ambiente que está, não passa a mesma emoção e nem à paixão nas lutas que as outras séries passavam! É isso nessa sub franquia é grave!, mas por outro não tem personagens ruins (só bem mal desenvolvidos!), não tem animação ruim, aliás pelo contrário a Sunrise se mantém evoluindo!


Mas aí lembro do roteiro pouco inspirado é do andar "caótico" pois se tem um começo parado!, um meio que na metade tenta resolver a paralisia com uma trama paralela do começo que te vende um mistério e no fim temos a resolução corrida de tudo em seis episódios de todas as questões que foram expostas em vinte episódios! A resposta é não! Não resolve tudo!


Por isso só posso dar a nota 6; pode você achar pelos pontos que mostrei que a nota deveria ser menor? Mas as vezes a nota de uma série se sai pelas compensações das coisas boas versus as ruins! à ação é ótima!, procurar o Patrick no episódio? bom achando ou não por conta própria sempre foi um relaxamento! é a série tem bons momentos como o "piloto" é os episódios 13, 19, 23 e 24.


Mas fica difícil recomenda-la pra alguém! Pois é com certeza o ponto mais fraco da franquia build; atualmente (27/11) esta série tem uma continuação (aliás bizarra a decisão da Sunrise de fazer uma continuação direta da série que segundo alguns críticos quase matou a franquia!, mas não sabemos os números dela no home vídeo, gunpla ou nos serviços de stream? Vamos dizer que pela distribuição diferente não sabemos que objetivos atendeu ou não!?) que até aqui a trama não fez nenhuma referência "direta" à esta série! (no máximo um personagem antigo aparece e se tem algumas "referências" mas muito vagas!).


Se quer uma dica? Assista Gundam Build Diver Re: Rise que está indo bem no momento (já vi até o episódio 7) e se tiver curiosidade de onde alguns personagens veem? Aí assista esta série, pelo mostrado até aqui Re: rise dispensa o que foi mostrado antes! Pode parecer estranho mas este é um caso único em que a equipe aprendeu com os erros passados e melhorou absurdamente (aliás acho que vai ser divertido no futuro se mantiver assim! Fazer uma comparação entre Divers e Divers Re: Rise!).

Disponível no Youtube (legendas em inglês)

Disponível no Crunchyroll (legendas em português)

Levante a mão quem já não se sentiu assim numa loja!!
Todo o time Build Divers!

Trailer

Links Uteis

Site oficial de Gundam Build Divers (em inglês)

Wikipedia com guia de episódios de Gundam Build Divers (em inglês)

Site na Tv Tokyo de Gundam Build Divers (em japonês)

Ficha técnica (elenco, direção) de Gundam Build Divers (em inglês)

Página oficial de Gundam no Youtube

©2019 por brasilanimecafe. Orgulhosamente criado com Wix.com