Fate/Stay Night
  • Senryu

Fate/Stay Night

Atualizado: Jul 7

Originalmente publicado em Makai Knights em 10/10/11

#Fate #FateStayNight #StudioDeen #Anime #TypeMoon #brasilanimecafe #Fate2006

Fate foi uma novela de ação e romance que surgiu nos 2000 no Japão e foi um grande sucesso (inicialmente foi publicado como um "simulador de encontro", que basicamente falando as garotas escolhidas te levavam há três destinos com consequências bem dramáticas e diferentes em cada uma das rotas: Fate; cuja esta série se baseia na maior parte, Unlimited Blade Works; adaptada duas vezes! Uma em filme e outra em série e a Heaven´s Feel; que está sendo adaptada este ano em filme), isso levou à vários projetos adaptando e tentando ampliar a franquia (é isso se tem até hoje, o que qualquer dia, quem sabe e sem promessas, mas eu talvez faça um guia "completo" pois é muita coisa).


Um comitê comprou os direitos (tornando isso claro a Geneon é um poll de empresas compraram os direitos de adaptar a obra, isso na época era raro, mas hoje em dia é mais comum do que se imagina um grupo pegar algo de fora das grandes editoras e fazerem seus investimentos animando isso, não é um "besouro azul de raridade, mas ainda não é caso comum!) e tentou adaptar as produções da Type-moon (com o único resultado positivo sendo Carnaval Phantasm que foi uma comédia que parodia as obras da Type Moon, que nunca foi lançada no ocidente; além de ser a unica em comum senso elogiada por fãs) esta foi a segunda obra de uma parceria de três com a Deen que adotou estas séries como uma maneira de elevar a fama do estúdio (e vamos dizer que não deram muito certo...).


Fate/Stay Night foi algo que com o tempo foi muitas vezes adaptado! Esta aqui é a primeira vez que foi adaptada pra TV, eles tentaram ser o mais fiel e também tentaram pegar com o máximo possível de amplitude de temas dentro dos vinte em quatro episódios, mesmo com o sucesso moderado dessa série, nasceram várias continuações, que com o tempo juntou muitos fãs apaixonados e até uma remasterização em HD somente quatro ano depois do lançamento (Esta é a versão que chegou menos de seis meses depois ao Brasil pelo extinto canal Animax! Isso mesmo uma remasterização, não a de 2006, por um lado foi um ótimo lance, pois foi exibida a versão com várias correções de efeitos, mas daí como ela foi entregue é outro assunto não muito agradável).


Aqui vai ver o que ajudou este fenômeno a crescer tanto e também as coisa que a tornam mais bela, mais feia e horrenda...


Foi bom

  • Tem bons personagens de apoio que sustentam bem a trama como a Rin, Saber, Archer, Ilyasviel, Fukimura sensei (que garante boa parte dos alívios cômicos).

  • Uma trama que te prende do começo ao fim! Mesmo com umas derrapadas, o roteiro ainda tem boas surpresas e boas histórias a contar por todo o caminho.

  • Tem algumas boas reviravoltas. É basicamente vão ser elas que vão te manter vendo a série!

  • Uma boa trilha sonora.

  • Um bom trabalho de vozes, a dublagem original é fabulosa!

  • Pra época tem alguns efeitos de luz e câmera bons, mas não salva de ter também alguns momentos (que vou falar neles depois...).

  • Em termos de agilidade foi um dos anime a demorar menos tempo entre o "re-lançamento" é a estreia no Brasil menos de seis meses!


Foi mediano

  • A dublagem nacional teve altos e baixos como algumas boas escalações como as vozes que fizeram Emiya, Rin e Archer e alguns tropeços como Saber, Sakura e Gilgamesh e por curiosidade como de costume do antigo Animax (atual Sony Spin) a dublagem foi feita na Alamo.

  • Vamos dizer que a dupla de vilões do arco final da série, Kirei (com seu jeitinho caladão, mas dado a monólogos teatrais eventuais) e Gilgamesh (com seu jeito "porra louca" e a rivalidade herói e vilão mais forçada de todas as rotas...) ficou com um gosto de fim forçado, mas isso é "natural" da rota Fate.

  • A animação era muito boa nos cenários e objetos, mas infelizmente nem a remasterização melhorou os efeitos nas técnicas e nas lutas que apelavam para cortes rápidos (vide as lutas entre Assassino e Saber) ou para efeitos exagerados de luz.

  • Das legendas disponíveis a melhor opção é a da Eternal Animes que é fansub com altos e baixos (as vezes traduzem otimamente um episódio, as vezes a legenda não sai muito boa e com uns errinhos de português ou resumindo algumas falas, traduzindo constância não é muito o forte deles, apesar de Fate e Lucky Star serem os melhores trabalhos deles).

  • A série não teve quanto a sua versão 2006 muitas opções de se ver, saiu pelo Animax, depois veio parar anos depois no Netflix com o único tratamento novo de ter legendas!? e opção de vozes em japonês!? (o que nesse caso é muito bem vindo) é...não saiu mais em serviço nenhum! Até sair de linha do Netflix no mês passado (em 30/03/2020) e sem noticias de volta...; não é uma das melhores opções de se ver Fate, mas foi uma das lançadas legalmente aqui e ignoraram completamente o lançamento em outros serviços e também o lançamento físico, além de em outras maneiras de home vídeo, o que leva a pergunta? Falta de confiança no produto? Ou medo de tomar prejuízos?


Foi ruim

  • Assistir no Animax foi um grande desafio! Na época que passou trocou por cinco faixas de horário e por dois blocos de programação em menos de um ano e no fim era quase impossível de se acompanhar!

  • O pior problema da versão nacional não mora nos atores (apesar do dublador do Gilgamesh parecer fazer isso de mal humor e do Kirei com sono...), mas sim o que saem das bocas deles! Vários termos traduzidos de qualquer maneira e sem pesquisa (sério Berserker ser traduzido como Viking!!! Eu aceitava Furioso ou Raivoso que levam ao que é um Berserker na mitologia nórdica, mas isso somado à erros menores faziam com com o que saia da boca dos personagens não fizesse o menor sentido com a legenda ou com a trama!!! Que aliás no Netflix tinha mais erros ainda! A tradução foi simplesmente porca e com zero de pesquisa).

  • O roteiro se centrou mais na rota Fate e até o meio foi bem nisso, mas ao invés de se focarem uma rota e irem em frente, eles resolveram pegar elementos de todas as outras rotas e foram incluindo eles na série e as coisas por causa disso ficaram pra lá de confusas, com fatos sendo contadas pela metade (e olha que a "franquia" tem todas as suas bases e é consequência de uma guerra anterior que só veio a ser adaptada em Fate Zero, resumindo já tinha alguns problemas de argumento e motivações e eles foram agravados ainda mais pela decisão da série de "abraçar o mundo"; mas confesso que boa parte deles foram resolvidos quando Fate/Zero nasceu, mas outros são furtos das decisões dessa adaptação).

  • Algumas cenas foram feitas no puro, vamos fazer algo plastico e bonito, mas no fim do dia não faziam sentido algum com a história contada como Emiya Vs o Dragão...

  • Emiya Shirou é um protagonista difícil de se agradar, no inicio ele é um covarde no meio de uma guerra sangrenta (ele quer lutar, mas sem querer encarar as consequências!?) ele cresce durante a série, principalmente no arco final, mas não tem como tirar o gosto de que ele é um banana sortudo no meio de uma guerra....


Conclusão

Fate/Stay Night é uma série com muito potencial, mas que boa parte desse potencial é jogada fora num roteiro bem confuso que se perde no meio da série leva à um final apresado.


Dou a ela a nota 5,5 não chega a ser ruim, mas devo admitir que não é uma série que te prenda, para mim é uma série bem mediana e com subprodutos bem melhores que ela.


Não é a melhor opção de se iniciar por Fate; quanto ao começo? Acho que posso adiantar uma explicação; apesar de ser o ponto de onde todas essas montanhas de adaptações nasceram, se inspiraram ou seguiram, não é o mais indicado por vários motivos! Vou dar os meus! Começa que Fate/Zero te apresenta melhor o mundo, personagens, motivações e faz isso de modo a explicar a magia de modo que qualquer pessoa entenda; aliás a obra é uma brilhante homenagem do Gen Urobuchi que cobre buracos da trama de Stay Night e te dá uma base de mundo e personagens, tem também a questão que essa é uma obra com canções inesquecíveis, mas o resto na melhor das hipóteses é bem fraquinho e ainda por cima tem opções melhores como os dois Unlimited Blade Works, mas se gostar muito de Fate/Zero aí pode optar entre esta série e outra opções.


Isso no fim me leva à pensar na inacreditável força que Fate ainda tem no Brasil, mesmo com o lançamento que essa série teve; o sucesso dela levou a quase todos os produtos serem dublados na Netflix (que inclusive investiu em uma série exclusivamente feita pra ela distribuir mundialmente que foi Fate Apocrypha) e nos concorrentes apostarem em spin off´s como a Crunchyroll e o "Fate Ilya" é ainda por cima teve a novela original e o mangá lançados no Brasil em sua totalidade!


Fate é algo que sobreviveu a um inacreditável lançamento, sobreviveu à horrendo esquema de horários, ser mal divulgado pra caramba e ainda com várias mudanças de faixas e distribuição! Tinha tudo pra ser um fracasso imenso, mas ainda rende até hoje quase vinte anos depois! E sabem da pior disso tudo? O material original é bom e com o tempo foi muito bem trabalhado por outras pessoas; nessa obra você até sente esse potencial, mas eles ficam muito limitados pelo estúdio e diretor escolhidos é isso piora ainda mais com a Alamo trabalhando com um script mal traduzido que parece que estamos vendo um carro andando com o freio de mão puxado e ainda com três blocos de granito (chamados script nacional ruim, má adaptação é péssima distribuição) de uma tonelada cada amarrados no para-choque!!! É o "pior de tudo" é que ainda conseguimos ver nesta demonstração a qualidade do "carro"!

Passou no Canal Animax e no Netflix (situação no Brasil à atualizar...)

Ainda disponível a versão que passou no Brasil (em home vídeo do exterior)

"Sete" servos em busca do Santo Grau.
Mais uma prova que meninas fofinhas fazem mau a saúde!

Trailer

Links Úteis

Fate/Stay Night no Wikipédia (em português)

Fate/Stay Night no Wikipédia (é uma versão mais completa em inglês)

Site oficial da franquia (em Japonês)

Site oficial da Type-moon (em japonês e fica um aviso que se quiser ver mais dos jogos de Fate com exceção de realita nua, eles são em grande parte para maiores de 18 anos)

0 visualização

©2019 por brasilanimecafe. Orgulhosamente criado com Wix.com